Araucária

Zika Virús: Araucária reforça ações de combate ao “Aedes Aegypti” e pede a colaboração da população

A Prefeitura de Araucária está desenvolvendo ações conjuntas entre as secretarias com o objetivo de evitar casos e prevenir o contágio da população pelo Zika Virús. “É importante ressaltar que apesar dos casos estarem na região Nordeste do país a região Sul não está livre”, afirmou o secretário municipal de saúde, Dr. Rogério Kampa.

A doença é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, ou seja, tem o mesmo transmissor que a dengue e exige o mesmo controle para evitar os focos do mosquito. Em Paranaguá, cidade no litoral paranaense, foram registrados 180 casos de dengue o que reforça o sinal de alerta.

Para acabar com o mosquito algumas atitudes simples devem ser tomadas dentro de casa:

  • Mantenha caixas d’água, tonéis e tanques sempre bem tampados.

  • Deixe as garrafas vazias com a boca para baixo e guarde os pneus em locais cobertos.

  • Encha de areia até a borda os pratinhos dos vasos de plantas.

  • Verifique se os ralos da casa não estão entupidos.Limpe-os pelo menos uma vez por semana.

  • Lave semanalmente por dentro, com escova e sabão, jarras, potes, baldes, tanques utilizados para armazenar água.

O uso do hipoclorito de sódio ou “água sanitária” também é eficaz no combate às larvas do mosquito da dengue, e pode ser aplicado em potenciais criadouros como vasos sanitários e ralos.

Os agentes de endemia de Araucária continuam fazendo seu trabalho batendo de casa em casa, mas é importante que cada morador assuma sua responsabilidade para evitar a proliferação dos mosquitos. A Prefeitura também realizará mutirões de orientação que envolverão a comunidade como um todo (escolas, igrejas, associações de bairro). “ Nós já estamos fazendo nossa parte, vamos cuidar dos locais públicos e pedimos a colaboração da população para que cuide do seu terreno, da sua casa e fiscalize se o vizinho também está cuidando, só assim podemos nos prevenir e evitar que haja registro de casos do virús no município”, afirmou o Secretário de Saúde.

Gestantes

Recentemente o governo brasileiro confirmou a relação entre o Zika Virús e a microcefalia, uma infecção que provoca má-formação do cérebro de bebês. No Brasil todo já são mais de 1.248 casos notificados em 311 municípios em 14 Estados, a região Nordeste é a mais afetada. Ainda não há estudos aprofundados sobre como ocorre a atuação do zika no organismo humano e a infecção do feto.

O cuidado para gestantes deve ser dobrado já que o Paraná tem o vetor da doença, o mosquito Aedes Aegypti. Quem está pensando em engravidar também deve se precaver. Uma das orientações é que as mulheres nestas condições evitem viajar para locais onde há surtos da doença. Outros cuidados incluem:

  • Proteger-se de mosquitos – manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes indicados para gestantes.

  • É importante que as gestantes mantenham o acompanhamento e as consultas de pré-natal, com a realização de todos os exames recomendados pelo médico.

Foto: Carlos Poly/SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.