Mundo

“Viagra feminino” para aumentar desejo sexual das mulheres é aprovado

O remédio conhecido como “viagra feminino” acaba de ser aprovado pela agência que regulamenta alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, a Food and Drugs Administration (FDA). A droga flibanserin (nome comercial Addyi), promete aumentar o desejo sexual das mulheres. Esta é a primeira pílula no mercado destinada a aumentar a libido da mulher e vem para corrigir uma injustiça, já que existem vários medicamentos do gênero para o desejo sexual do homem.

O medicamento é um agente não-hormonal, que atua nos neurotransmissores do cérebro para tratar a perda do interesse sexual. Mas a droga pode produzir efeitos colaterais importantes, como náuseas, sonolência, queda da pressão arterial e desmaios.

Segundo documentos disponíveis no site do FDA sobre um teste clínico, as mulheres que fizeram uso do flibanserin disseram ter tido, em média, 4,4 experiências sexuais satisfatórias em um mês contra 3,7 no grupo que consumiu placebo e 2,7 antes de iniciado o estudo.

Cerca de 27% das mulheres sofrem com a falta de desejo sexual. Muitos fatores podem levar ao problema, como sobrecarga de afazeres no dia a dia, cobranças no trabalho, demanda de atenção dos filhos, crises no relacionamento de longa data, problemas com o próprio corpo, entre outros.

 

Redação com G1

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.