Paraná

Usuários dos ônibus metropolitanos terão que usar “novo” cartão para embarcar

download

Passageiros das linhas de ônibus metropolitanas que fazem parte da rede integrada com Curitiba usarão, a partir de sábado (14), um novo vale transporte. A adoção do vale antecede a implantação do cartão metropolitano, que substituirá o cartão transporte emitido pela Urbs.

A mudança é necessária após a desintegração financeira do sistema, decidida pela prefeitura de Curitiba.

A partir de sábado, passageiros que usam a rede integrada de municípios da região metropolitana em direção a Curitiba devem pagar a passagem com o novo vale transporte ou em dinheiro.

O vale, em papel, pode ser adquirido no Centro de Curitiba (Rua Benjamin Constant, 148) ou nos terminais metropolitanos.

Nos ônibus de Curitiba em direção aos municípios da região metropolitana, deve ser usado o cartão da Urbs. O valor da passagem não muda em nenhum dos casos, continua em R$ 3,30.

PARA MANTER INTEGRAÇÃO – “A mudança exigirá um período de adaptação, mas temos que adotar esse novo modelo por conta da decisão de Curitiba, de acabar com a integração financeira”, afirma o presidente da Coordenação da Região metropolitana de Curitiba (Comec), Omar Akel.

A gestão financeira da rede metropolitana foi assumida pela Comec, que está adequando o sistema à nova realidade. “Estamos adotando essas medidas com um objetivo maior, que é o de manter a integração e o valor da passagem”, diz Akel.

ALTERAÇÃO DE LOCAL – A partir de sábado, também haverá alteração no local de integração de quatro linhas Ligeirinho metropolitanas integradas. A linha (Ligeirinho) Colombo-CIC terá seu ponto de integração no terminal do Cabral. O ponto de integração do Ligeirinho Araucária-Curitiba passará a ser o terminal do Capão Raso. Passageiros da linha São José-Barreirinha terão como ponto de integração o terminal do Boqueirão. E a linha Campo Largo-Curitiba terá como ponto de integração o terminal do Campina do Siqueira.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

A integração metropolitana vai acabar?

Não. A Comec faz adequações no sistema para manter a integração e o preço da passagem

Que tipo de Vale Transporte será aceito nas linhas metropolitanas integradas?

Temporariamente, será necessária a utilização de um Vale Transporte de papel até a implantação da bilhetagem eletrônica (cartão metropolitano).

Uso o transporte metropolitano integrado. Como devo proceder no pagamento da passagem?

Nos ônibus, tubos e terminais identificados com “M” serão aceitos o Vale Transporte de papel e dinheiro. Em São José dos Pinhais poderá ser aceito o cartão transporte VEM.

Como e onde consigo o Vale Transporte de papel?

O Vale Transporte de Papel poderá ser adquirido a partir de 11 de fevereiro na Metrocard (Rua Benjamin Constant, 148, Centro, Curitiba) e nos terminais metropolitanos. Informações pelo telefone: 3093 3232.

O Cartão Transporte da URBS (linhas urbanas) será aceito nos ônibus, tubos e terminais metropolitanos integrados?

Não. Assim como o Vale Transporte de papel não será aceito nos ônibus, tubos e terminais urbanos integrados.

Comprei antecipadamente créditos para o Cartão Transporte da Urbs. O que acontece com esses créditos?

Não serão perdidos. Continuam valendo para os ônibus, tubos e terminais integrados de Curitiba

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.