Paraná

URBS joga responsabilidade do transporte para COMEC e Prefeitura de Araucária

11139722_10200495096616423_372352845_nA Prefeitura de Curitiba se posicionou no final da tarde desta segunda-feira (13) sobre os protestos na região metropolitana ocasionados devido ao fim do pagamento de tarifa por meio do cartão transporte da Urbanização de Curitiba (Urbs) nas cidades. Segundo a administração municipal, a situação vivida em Araucária é decorrente de decisões da Comec e da prefeitura daquele município e só pode ser resolvida entre os dois.

Segundo a prefeitura, a estrutura do transporte coletivo na cidade continua sendo usada por passageiros da região metropolitana, como sempre ocorreu. “Mesmo depois da desintegração financeira do sistema, não há cobrança adicional de tarifa para os usuários que chegam à capital provenientes de municípios vizinhos. Para não prejudicar esses passageiros, a Urbs também alterou a operação de ligeirinhos que atendem usuários de Araucária, Campo Largo, Colombo e São José, afetados por cortes nas linhas metropolitanas feitos pela Comec”, afirma a nota.

O principal problema hoje aconteceu em Araucária. Apesar dos ônibus estarem passando no terminal central com destino à Curitiba, o bloqueio nos cartões transporte Urbs  gerou revolta nos moradores. Agora para embarcarem os passageiros, nas cidades da região metropolitana, precisam pagar a passagem com dinheiro ou com passes de papel.

Do Portal BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.