Paraná

Tráfico de drogas está em alta. Apreensão dispara no Paraná

noticia_849559_img1_7f2inter

Após um começo de ano “devagar”, a apreensão de drogas pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil do Paraná, disparou em março, já superando os números do primeiro trimestre do ano passado, antes mesmo. Nos meses de janeiro e fevereiro, segundo balanço da própria Polícia Civil, foram apreendidos 1,1 toneladas de maconha, cocaína e crack no Paraná, além de 60 comprimidos de Ecstasy. Em março, somente na semana entre o dia 8 (domingo) e 14 (sábado), foram mais de cinco toneladas de droga apreendidas em todo o Estado, o que supera as 2,8 toneladas de drogas aprrendidas nos primeiros três meses de 2014.

Segundo o delegado-titular da Denarc, Riad Braga Farhat, assim como em 2014, quando foram apreendidas mais de 22 toneladas de drogas (69,23% a mais do que em 2013), o ano de 2015 deverá ser de recordes.“Nossas investigações são bem elaboradas, então as vezes você fica sete meses só investigando para fazer uma apreensão monstro, e no meio dessa apreensão fica aparentemente meio que sem apreensões. Mas ainda assim, com as ações deste mês, já superamos os números do primeiro semestre do ano passado e no final do ano muito provavelmente vamos bater mais uma vez o recorde de apreensão”, afirma o delegado.

Uma das apreensões mais expressivas deste começo de ano foi no dia 13 de março, sexta-feira da semana passada, em São Luiz do Purunã, nos Campos Gerais do Paraná. Na ocasião, os policiais do Denarc de Curitiba e de Cascavel encontraram 873,3 quilos de droga e mil maços de cigarro em uma caminhonete Triton e em um Hyundai HB 20. Segundo o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Fernando Francischini, as ações do mês de março foram das mais efetivas na historia da corporação.“

Dados oficiais da Secretaria da Segurança Pública (Sesp) mostram que essas são as ações mais efetivas contra o tráfico de drogas dos últimos nove anos”, afirmou o secretário, garantindo que o combate ao tráfido de entorpecentes é uma prioridade. “Esse é só o começo do combate sistemático ao tráfico de drogas, ao cumprimento de mandados de prisão contra traficantes e assaltantes nas ruas.”Mas se por um lado o combate ao tráfico alcança resultados notáveis, com acréscimo de 15% no Paraná e 7% em Curitiba nas ocorrências relacionadas ao comércio de entorpecentes, por outro o consumo de drogas parece estar crescendo e em maior evidência do que nunca. Segundo a Sesp, houve aumento de 35% nas ocorrências de consumo de drogas no Paraná e de 16% em Curitiba, na comparação entre os meses de janeiro e fevereiro de 2015 e 2014.

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.