Araucária

Todos precisam se cuidar: Araucária já soma 04 mortes de moradores por Covid-19

O boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Araucária nesta quinta-feira (25) confirmou a 4ª morte pelo novo Coronavírus em um morador de Araucária. Trata-se de um homem de 72 anos, morador da região do Lagoa Grande, que faleceu nesta quarta-feira (24). Das quatro pessoas, três são homens, e as idades variam de 39 a 76 anos.  

Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde, a primeira morte registrada foi em 06 de junho, de uma mulher de 50 anos, moradora do Thomaz Coelho. A segunda morte foi em 11 de junho: um homem de 76 anos, morador no Barigüi. O terceiro óbito foi em 22 de junho e trata-se de um homem de 39 anos, morador do Campina da Barra. Apenas em duas situações (2ª e 4ª morte) é que as pessoas tinham algum tipo de comorbidade (diabetes, obesidade, hipertensão… ) que pode aumentar o risco de agravamento do quadro de saúde.

INVESTIGAÇÃO – É importante esclarecer que nesses quatro casos os moradores estavam internados e passaram por teste para detectar o Covid-19. Mas quando há uma morte (em casa, por exemplo) e que haja uma suspeita, o protocolo da saúde é coletar material para realizar o teste. Neste exemplo, o caso é registrado no boletim como “em investigação” (porque aguarda resultado de teste). Apenas se o resultado do teste for ‘positivo’ é que entra no boletim relacionado ao Covid-19 como ‘óbito’.

Os cuidados de remoção do corpo e até o sepultamento de uma pessoa com SUSPEITA de Covid-19 devem seguir o protocolo como se fosse um caso positivo. Por isso, algumas pessoas podem pensar que há mais mortes do que o confirmado oficialmente ou julgar que um caso é positivo (antes mesmo do teste) apenas levando em conta os cuidados que observou.

DISK CORONA – Araucária possui o Disk Corona, um atendimento telefônico com profissionais da saúde para esclarecer e orientar sobre assuntos relacionados ao novo Coronavírus. O serviço funciona pelo número 0800-6425250 (ligação gratuita), das 7h às 19 horas, todos os dias. Com a chegada dos dias mais frios, é comum o aumento dos casos de síndromes respiratórias e, com isso, mais complicações, internações e até mortes. O Covid-19 faz parte desse grupo de síndromes respiratórias. Por isso é importante ter orientações de profissionais para reforçar a prevenção e também para saber o que fazer caso apareçam sintomas. O morador deve buscar orientação, principalmente, quando há a associação entre febre e tosse ou entre febre e dor na garganta. Dificuldade para respirar é outro sinal de alerta.

O Disk Corona é uma importante ferramenta para ao morador de Araucária esclarecer dúvidas antes de procurar por atendimento no Centro Especial de Combate ao Coronavírus de Araucária. Este Centro  funciona 24 horas e conta com equipe de saúde é formada por técnicos em radiologia, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, fisioterapeutas, enfermeiros e médicos. O objetivo dele é evitar que casos de síndromes gripais leves e moderados não evoluam para graves. Gestantes com sintomas gripais são atendidas no Hospital Municipal (HMA) e as crianças no Pronto Atendimento Infantil (PAI).

Prefeitura de Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.