Araucária

Taxa da coleta de lixo de Araucária será cobrada na conta de água a partir de março

Visando melhorar a gestão dos serviços de coleta e destinação de resíduos sólidos no município, que hoje gera uma deficit anual de 6 milhões, a Prefeitura do Município de Araucária, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), está firmando um convênio em parceria com a Sanepar para que a Taxa de Coleta de Lixo passe a ser cobrada junto a fatura de água da empresa já a partir de maio.

Até então a cobrança dessa taxa vinha embutida no carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), sendo que o índice de inadimplência atual se aproxima dos 40%. Considerando a média histórica de outros 90 municípios do estado que já adotam esse instrumento de cobrança, a inadimplência deve ser reduzida para algo em torno de 0,5%.

O valor da taxa deve permanecer o mesmo para esse ano e está estipulada em R$115,38 para  unidades residenciais e R$184,69 para empreendimentos comerciais e industriais. Os usuários que optarem poderão pagar em parcela única por meio de um único que a Prefeitura emitirá para todas as unidades com data de vencimento para o mês de abril. Caso o boleto à vista não seja pago, automaticamente, será realizado o parcelamento em 8(oito) vezes nas faturas de água da Sanepar, a partir do mês de maio. Diluídas, as parcelas custarão cerca de R$14 no modo residencial e de R$23 para os demais empreendimentos.

A SMMA estima que, com a nova forma de cobrança, a arrecadação da taxa aumente em mais de R$2 milhões ao ano. Em 2016 o montante arrecadado foi de R$3 milhões, sendo que o custo total com coleta, transporte e destinação final no aterro sanitário foi de aproximados R$ 9 milhões pagos pelo município.

Desvinculação
A cobrança da taxa de coleta de lixo por meio da fatura da Sanepar está prevista na Lei Municipal n° 3.064/2016. O valor da taxa está prevista na Lei Complementar n° 01/1997, que dispõe sobre os tributos municipais. A qualquer momento a cobrança poderá ser removida do boleto de água a pedido do usuário diretamente na Sanepar, porém a retirada não isenta a necessidade de pagamento. O não pagamento ainda está sujeito a aplicação de multa, juros legais e inscrição em dívida ativa. Para mais informações ligue para o telefone 3614-1708.

 

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.