Araucária

Tarifa de ônibus de Curitiba e das cidades na divisa da Região Metropolitana vai a R$ 4,50

A tarifa do transporte coletivo será reajustada em 6%, passando de de R$ 4,25 para R$ 4,50. A informação foi confirmada pelo prefeito de Curitiba, Rafael Greca, ao vivo na Rádio Banda B, por volta das 10h50. A mudança passará a valer a partir do dia 28 de fevereiro.

“Saí há pouco de uma reunião com o governador Ratinho Júnior e definimos que Curitiba irá colocar um subsídio de R$ 50 milhões para o transporte e o Governo irá repassar mais R$ 150 milhões. Assim, fica garantida a integração e a passagem de R$ 4,50 para Curitiba e todas as cidades que fazem divisa com a capital na Região Metropolitana”, anunciou Greca.

Pelo Facebook, o governador Ratinho Júnior postou:

“Boa notícia para o transporte coletivo de Curitiba e Região Metropolitana! O governo do Paraná garantiu o subsídio para a tarifa do transporte público. Além disso, vamos manter a integração e iniciar um projeto de revitalização do nosso sistema de transporte. Parabéns à população. Governo e prefeitura trabalhando em parceria pelos paranaenses!”

Assista ao anúncio de Greca e Ratinho Júnior

Segundo apurado , os R$ 200 milhões de subsídio não serão apenas para manutenção da tarifa, mas também para a realização de obras do sistema viário. Para Curitiba, do Governo virá R$ 40 milhões. Já para as cidades da Região Metropolitana virão R$ 110 milhões.

Como a tarifa técnica (valor que o sistema de transporte paga às empresas por cada passageiro.) será de R$ 4,79, a diferença virá parcialmente  do subsídio.

 

Prefeitura de Curitiba deve anunciar hoje a nova tarifa de ônibus – Foto SMCS

O subsídio implicará também na realização de obras para o sistema viário. “Teremos uma cidade única para o transporte, com a construção de faixas exclusivas para os ônibus da Região Metropolitana”, disse Greca.

Fevereiro é a data-base de motoristas e cobradores e o prefeito Rafael Greca já vinha anunciando, desde o final do ano passado, que o reajuste seria “inevitável”.

O valor da tarifa das demais cidades da Região Metropolitana, que não fazem parte do primeiro anel, ainda será definido.

 

A redação do Araucária no Ar está entrando em contato com a Prefeitura da cidade para acompnhar se a passagem do TRIAR que custa hoje R$2,90 também terá algum tipo de reajuste nos próximos dias, em breve, teremos a informação oficial da Prefeitura sobre a tarifa municipal.

Motoristas e cobradores

Em três assembleias realizadas pelo Sindimoc, o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus, no final de janeiro, os trabalhadores aprovaram a pauta de reivindicação para 2019. Entre os pontos que foram votados, os principais se referem a continuidade da função de cobrador, o reajuste salarial de 10% e a estabilidade com o congelamento do anuênio. A negociação com a categoria tem ligação direta com o valor da nova tarifa.

À época, o presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, disse que uma possível greve ficou ‘pré-aprovada’, mas que só será usada como último recurso. “A categoria é consciente que a greve é o ultimo recurso. Esse é o ultimo recurso e há muito para ser negociado, mas já temos a paralisação aprovada e não será descartada para defender os trabalhadores. Se lá na frente, for necessária, acontecerá”, afirmou.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.