Mundo

Sobe para 11 número de mortos em desabamento de prédio na Flórida

Agentes de resgate retiraram, nessa segunda-feira (28),  o 11º corpo dos escombros de um prédio que desmoronou no estado norte-americano da Flórida. Autoridades prometem continuar procurando possíveis sobreviventes, cinco dias depois de o edifício de 12 andares desabar enquanto os moradores dormiam.

As equipes usam guindastes, cães e escâneres de infravermelho, enquanto procuram sinais de vida entre os escombros, torcendo para que bolsões de ar possam ter se formado sob o concreto e estar mantendo algumas pessoas vivas.

“Continuaremos a trabalhar incessantemente para esgotar todas as opções possíveis em nossa busca”, disse a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava, em entrevista coletiva. “A operação de busca e resgate continua”.

Ainda estão desaparecidas 150 pessoas.

A causa do desmoronamento do Champlain Towers South, em Surfside, perto de Miami, continua sob investigação.

Um relatório de engenharia de 2018 revelou deterioração grave do concreto da garagem subterrânea, além de um grande dano na placa de concreto abaixo da piscina. O autor, Frank Morabito, disse que a deterioração se “ampliaria exponencialmente” se não fosse consertada no futuro próximo.

Ross Prieto, à época a principal autoridade de construções de Surfside, encontrou-se com moradores do edifício um mês depois de ler o relatório e garantiu que a construção estava “em muito boa forma”, segundo as minutas da reunião divulgadas pela cidade nessa segunda-feira (28).

Agência Brasil

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.