Paraná

Sindicato denuncia que empresas estão tirando ônibus das ruas

O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus da Grande Curitiba (Sindimoc)denunciou a retirada de veículos da linha Tamandaré/Cabral pela empresa Glória. Segundo o vice-presidente do Sindimoc, Dino César, o problema foi registrado nesta segunda-feira (9) no terminal Cabral, na capital, onde muitos usuários ficaram sem o transporte coletivo.

“Ontem, só a empresa Tamandaré operou nessa linha. A demanda cresceu e muitos passageiros não conseguiram retornar para casa e tiveram que se virar com um trajeto alternativo. Isso foi uma baita de uma malandragem”, disse César, em entrevista à Banda B na tarde de hoje.

onibus

(Foto: SMCS)

Há, ainda, de acordo com ele, a preocupação de que os motoristas e cobradores que operam nessa linha sejam demitidos. “Agora eles levam a mesma quantidade de usuários com menos veículos. Nós queremos avisar e prevenir os passageiros para que isso não aconteça com outras linhas da região metropolitana”, completou o vice-presidente.

Segundo César, os responsáveis pela fiscalização para que esse tipo de atitude não ocorra são a Urbanização de Curitiba (Urbs) e a Coordenação da Região Metropolitana (Comec). “Enquanto eles ficam nessa briga, nós estamos aqui, lutando para que os trabalhadores e os usuários tenham aquilo que lhes é de direito”, concluiu ele.

A reportagem entrou em contato com a Urbs sobre a situação e aguarda retorno.

BandaB

 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.