Araucária

Serviços de atenção a saúde mental, em Araucária, registram aumento por conta da pandemia

As inseguranças em relação a economia, medo de perder o emprego, preocupação com a saúde, tudo isso tem feito com que as pessoas desenvolvam ou agravem problemas de transtornos mentais como a depressão e a ansiedade. Em Araucária, o Departamento de Atenção Psicossocial (DAPS) registrou um aumento pela procura de atendimentos.

A diretora do DAPS, Karlla Wiezzer explica que a pandemia afetou emocionalmente grande parte da população. “Temos recebido pacientes novos todos os dias e percebemos um agravamento dos casos em geral. Além disso, também houve um aumento nos casos de usuários que chegam em crise na UPA e na procura por psicólogos nas unidades de saúde”, conta. 

O município oferece uma rede completa de cuidados especializados com equipes multidisciplinares capacitadas para acolher a demanda de saúde mental e fazer os atendimentos que forem necessários para os usuários. Essa rede de atenção psicossocial  é composta pelo Caps AD (Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas), Caps II (Centro de Atenção Psicossocial – Transtornos Mentais) e Secria (Serviço de Atenção à Saúde Mental da Criança e do Adolescente), que atuam em articulação com as UBS (Unidades Básicas de Saúde), UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e demais equipamentos de saúde. Os três serviços recebem uma média de 1.500 pacientes por mês.

Além disso, as UBS´s também atendem demandas de saúde mental com o serviço de psicologia, por exemplo, e a UPA que faz o acolhimento de pacientes que estejam em crise.

Disk Corona 
Outro serviço que tem recebido uma demanda relacionada à saúde mental é o Disk Corona (0800.6425250), uma Central de Atendimento para orientações sobre o corona vírus, que conta com o trabalho de psicólogos preparados para fazer este tipo de escuta.

A psicóloga Ana Paula Martins de Carvalho comenta que atende via telefone as mais diversas situações. “Pacientes com crise de ansiedade, que desenvolveram síndrome do pânico, alguns que estão com ansiedade, mas não conseguem perceber. Nós fazemos o acolhimento e a psicoeducação, ou seja, ensinamos as pessoas a lidar com essa crise, seja através da respiração, meditação, oração nos casos em que o usuário tem fé e, felizmente, temos conseguido muito sucesso nos atendimentos”, explica.

A profissional completa falando para que as pessoas não tenham vergonha de pedir ajuda. “Não fique sozinho, procure recurso, peça ajuda profissional. Nós estamos aqui todos os dias para ajudar”. 

O serviço do Disk Corona funciona diariamente (de segunda a segunda) das 07h as 19h. 

Janeiro branco
Criada em 2014, esta data chama a atenção para os cuidados com a saúde mental. Segundo a OMS, uma a cada quatro pessoas deve sofrer com algum transtorno mental ao longo da sua vida e este índice aumenta em pessoas afetadas pela covid-19 e que tiveram que passar por quarentena. Portanto, ao primeiro sinal de que algo não vai bem é fundamental buscar apoio profissional. 

SCMC Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.