Araucária

Semana do Trânsito: Motociclista, nunca esqueça da importância do capacete

Poderia ser uma história inventada, mas constatar que, em pleno ano de 2015, ainda há motociclista que sai às ruas de chinelo de dedo e/ou sem capacete é algo que chama atenção dos agentes de trânsito de Araucária. Não bastasse a infração de trânsito, considerada gravíssima 9com possibilidade de multa e perda do direito de dirigir), a negligência pode ser fator decisivo entre o condutor sobreviver ou não em caso de acidente.

Estudos mostram que o uso correto do capacete pode prevenir cerca de 69% dos traumatismos crânio-encefálicos e 65% dos traumatismos da face. Outro detalhe importante sobre segurança é adquirir o equipamento certificado pelo Inmetro. O Código Brasileiro de Trânsito determina, no artigo 54, que os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores só poderão circular nas vias utilizando capacete de segurança (com viseira ou óculos protetores), segurando o guidom com as duas mãos e usando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O artigo 55 lembra que os passageiros de motocicletas, motonetas e ciclomotores também devem utilizar capacete de segurança.

Quanto às punições, o artigo 244 destaca, entre outras ações, que fazer malabarismo ou equilibrar-se apenas em uma roda, andar com os faróis apagados e transportar criança menor de sete anos (ou que não tenha, nas circunstâncias, condições de cuidar de sua própria segurança) como infração gravíssima com possibilidade de multa, suspensão do direito de dirigir e recolhimento do documento de habilitação.

Cuidando de si e dos outros – A auxiliar de serviços gerais Maria Ivone de Souza Pinto conta que, com o passar do tempo, a moto virou sua companheira. “Uso para tudo: venho trabalhar, vou à empresa de motos do meu marido, vou ao médico. É fácil de estacionar e mais econômico. Nunca mais peguei um carro. Ela está o tempo todo comigo. Não empresto nem para os meus filhos; a não ser que seja para algo realmente urgente”, conta.

Para a moradora de Araucária, há muita imprudência no trânsito e boa parte dos condutores de carro acham que o transito é só deles. “Tenho que cuidar de mim e dos outros. Só ultrapasso se tiver certeza que o motorista me viu”, comenta, acrescentando que já levou várias ‘fechadas’. Mas a maior preocupação de Maria Ivone é o consumo de álcool. “Cobro isso da minha família. Se quiserem beber, num churrasco de família, por exemplo, têm que guardar a moto”, diz ela, que revelou apreender a chave dos filhos e orientá-los a chamarem um táxi.

Conscientização – A Semana Nacional de Trânsito é comemorada de 18 e 25 de setembro. Com o tema: “Seja você a mudança”, a data convida para que cada cidadão assuma seu papel na melhoria do trânsito. A ação faz parte da Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito – 2011/2020, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) e coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito, o objetivo é mostrar que “trânsito é uma questão de cidadania e que faz parte do dia a dia de todas as pessoas” e convoca toda a sociedade para refletir sobre a importância de um comportamento mais responsável e à mudança de atitude (de pedestres, ciclistas, passageiros e condutores) visando, sobretudo, preservar vidas.

 

SMCS

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.