CuritibaRedação

Secretária diz que nova bandeira laranja em Curitiba tem objetivo de impedir ambientes de “descontrole” para o vírus

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, afirmou na tarde desta sexta-feira (27) que o objetivo da nova bandeira laranja é evitar a transmissão do coronavírus em locais de ‘descontrole’. Por conta disso, segundo a administração municipal, bares e espaços de eventos foram fechados, enquanto academias, escolas particulares e cinemas ganharam autorização para continuar abertos.

“A nossa bandeira tem trabalhado muito no sentido de ambientes controlados e ambientes não controlados. Nós aprendemos isso com as academias, que permitem que você saiba quem está indo até lá e em que horário, então conseguem controlar, diferente de outros ambientes”, explicou a secretária.

Segundo o decreto municipal publicado nesta sexta-feira (27), o atendimento fica suspenso nos estabelecimentos destinados ao entretenimento, a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, tais como casas de festas, de eventos ou recepções, incluídas aquelas com serviços de buffet, bem como parques infantis e temáticos; estabelecimentos destinados a eventos técnicos, mostras comerciais, congressos, convenções, entre outros eventos de interesse profissional, técnico e/ou científico; e bares, casas noturnas e atividades correlatas.

Questionado sobre a possibilidade de bares continuarem funcionando na modalidade restaurante, o diretor do Centro de Epidemiologia da Prefeitura de Curitiba, Alcides de Oliveira, afirmou que a Guarda Municipal estará nas ruas para eventuais autuações. “A fiscalização já está na rua realizando suas atividades, bem como as ações integradas, então reiteramos que todos os estabelecimentos deverão cumprir as normas sanitárias, senão estarão sujeitos a penalidades”, disse.

Perecíveis

Durante a entrevista coletiva, empresários chegaram a alegar que foram pegos de surpresa pelo decreto, inclusive após a comprar de alimentos perecíveis. A secretária, porém, garantiu que a categoria estava avisada. “Nós tivemos três encontros na semana passada com representantes da Abrabar [Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas] e Abrasel [Associação Brasileira de Bares e Restaurantes], alertando sobre a grande preocupação que nós tínhamos, já que vimos a propagação no laranja. Ninguém pode dizer que não foi avisado, nos reunimos nos dias 16, 18 e 20 de novembro. Inclusive, no dia 20 tivemos uma conversa muito olho no olho avisando que se nada mudasse, iríamos para o laranja”, garantiu.

Fiscalização

Um dos principais questionamentos de empresários do setor de bares e casas noturnas é a formação de aglomerações no entorno dos estabelecimentos, principalmente após o fechamento das portas.

Sobre o assunto, Oliveira informou que a Prefeitura já tem um plano integrado da Guarda Municipal com Polícia Militar para coibir as aglomerações. “A operação já está em andamento desde ontem e vai ser intensificada no fim de semana”, concluiu.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.