Curitiba

Secretária da saúde diz que Curitiba parece ter chegado a ‘platô’, mas alerta: “Curva pode subir ou descer”

Com duas semanas completas de estabilização nos números do coronavírus em Curitiba, a secretária municipal Márcia Huçulak disse nesta sexta-feira (31) que a capital paranaense parece ter chegado a um ‘platô’ do contágio. Em live transmitida pela Secretaria Municipal da Saúde, ela disse que ainda é necessário esperar o comportamento por mais uma semana e que todas as medidas individuais precisam continuar sendo seguidas por toda a população.

“Parece que a gente chegou em um platô, em uma estabilização, porque o número de casos da semana não foi maior que o da semana passada. Na semana passada, tivemos 3,3 mil casos e, nessa, 2902. Mas isso não significa que as pessoas podem sair comemorando, porque pode ser um platô para subir ou para descer. Nossa esperança é que seja para descer”, disse Huçulak.

Com origem francesa, a palavra platô pode ser utilizada como sinônimo de planalto na geografia. O platô não significa uma curva decrescente de infecções, mas apenas que o número de pessoas atingidas e de mortes tende a ficar estável. Isso se relaciona à taxa de reprodução da doença, ou seja, à capacidade que uma pessoa infectada tem de transmitir o vírus para uma certa quantidade de pessoas.

A médica infectologista da Prefeitura de Curitiba, Marion Burger, ainda fez um alerta para que o comportamento da curva continue assim. “Nós estamos estáveis em nível máximo, então de forma nenhuma isso quer dizer que nossa situação é tranquila. O alerta laranja segue ligado e as medidas devem continuar, principalmente para aqueles com sintomas e diagnóstico positivo. Esses precisam ficar isolados, bem como seus contatos, para que não transmitam para outras pessoas”, explicou.

Comportamento

Huçulak disse ainda que curvas de outros estados foram analisadas nesse momento e que o comportamento é diferente entre elas. “Há estados em que se chegou no platô e a curva subiu, mas queremos ser uma das cidades que isso marca a descida”, concluiu.

Desde o início da pandemia, Curitiba confirmou 524 mortes e 18.627 infectados. A taxa de ocupação das 345 UTIs do SUS exclusivas para covid-19 é de 88%.

.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.