Araucária

Saúde realiza formação para profissionais da área e familiares de pessoas com Autismo

A Secretaria Municipal de Saúde de Araucária (SMSA) começou nesta terça-feira (03) o curso Aspectos multiprofissionais do diagnóstico precoce e tratamento do Transtorno de Espectro Autista (TEA). A formação é voltada para profissionais da Saúde e familiares de pessoas com Autismo. Profissionais da Educação também participam. O evento faz parte da Semana Municipal de Conscientização do Autismo (lei municipal nº 2820/2015), que ocorre de 01 a 08 de abril.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto de Andrade, o curso vem para atender a uma crescente demanda dos profissionais da Saúde. O secretário ressaltou a importância do atendimento e acolhimento das pessoas com Autismo. Se nós nos colocarmos no lugar das pessoas com Autismo e dos familiares vamos ter outro olhar. Este é o nosso desafio. Acima de tudo, devemos ter a humanização, afirmou aos presentes. Já o médico Alberto Filipak Júnior, diretor técnico da SMSA, considerou que oferecer conhecimento ao servidor da Saúde traz benefício direto para o usuário do sistema de Saúde.

No curso, os participantes contam com as orientações e relatos de experiência sobre o TEA. No período da manhã desta terça-feira, as falas foram com Mariane Welmuth (neuropediatra), Adriana Czelusniak (União de Pais Pelo Autismo UPPA), Silvia Dias Caldas (fonoaudióloga). À tarde, no grupo 2, a formação foi com Veronica Tatsch Dias (psicóloga), Anselmo Franco da Silva (educador físico), Carla Regina de Camargo (fisioterapeuta) e Eduardo Garcia Born (pediatra).

O próximo grupo será nesta quinta-feira (05), das 13h às 17h, no Anfiteatro da Prefeitura (Rua Pedro Druszcz, 111, Centro). Estão confirmadas as participações de Maria de Fátima Minetto (psicóloga), Adriana M Siqueira (nutricionista), Veronica Tatsch Dias (psicóloga) e Claudimara Zanchetta (musicoterapeuta).

Atendimento – A ‘porta de entrada’ para o atendimento e diagnóstico de Autismo em Araucária é pelas unidades básicas de Saúde. Em dezembro de 2017, 48 pessoas com autismo eram atendidas nessas unidades (incluindo os atendimentos da Clínica de Fonoaudiologia).

O Centro de Reabilitação Infantil de Araucária (CRIA), lotado junto com a Clínica da Mulher e do Idoso, atende desde 2012 crianças de até 4 anos de idade em situações de risco de desenvolvimento, entre elas, crianças com como o Autismo. As crianças chegam encaminhadas pelas unidades básicas e contam com atendimento de uma equipe formada por psicóloga, fisioterapeuta, fonoaudióloga, pediatra e neuropediatra. Cabe ao CRIA fazer o diagnóstico de Autismo para crianças dessa faixa de idade. A partir dos 4 anos, quando começa o período escolar, a avaliação passa a ser com a equipe de avaliação Psicoeducacional, da Secretaria Municipal de Educação.

O Serviço de Saúde Especial é outra estrutura oferecida pelo município que atende a pessoas com Autismo. O Serviço funciona junto ao Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado Área intelectual Joelma do Rocio Túlio e atende os alunos deste Centro e alguns outros locais que apresentem suspeita de TEA com comorbidade para deficiência Intelectual.

Em Araucária, o trabalho integrado entre Saúde e Educação tem garantido o apoio necessário para que alunos com Autismo frequentem o ensino regular.

Data da Publicacão: 04/04/2018

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.