Paraná

Rodovias do Paraná têm 17 pontos bloqueados por caminhoneiros

88029REIGC-2302004A semana começou com diversos pontos interditados nas rodovias estaduais do Paraná em consequência das paralisações dos caminhoneiros. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), por volta das 11h15 desta segunda-feira (23), havia 18 pontos interditados nas rodovias estaduais. Em alguns trechos, os caminhoneiros permitem apenas a passagem de carros, ônibus, ambulâncias e caminhões com carga perecível ou carga viva.

Desde o início dos protestos, no último dia 13, os caminhoneiros vêm bloqueando parcialmente trechos rodovias estaduais e federais do Paraná e de outros estados.

Na BR-277, dois pontos foram liberados no início desta manhã, no quilômetro 338, próximo a Guarapuava, e no quilômetro 667, na região de Medianeira, segundo informações da assessoria da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Nas rodovias estaduais, os pontos interditados são: PR-471, km 222, Nova Prata do Iguaçu; PRC-280, km 255, Marmeleiro; PRC-280, km 194, Mariópolis; PR-281, km 535 e 540, Dois Vizinhos; PR-483, km 001, Francisco Beltrão; PRC-280, km 170, Clevelândia; PR-566, km 012 e PR-493, km 030, Itapejada do Oeste; PRC-466, km 179/180, Pitanga; PRC-487, km 295, Manoel Ribas; PRC-158, km 528, Vitorino; PR-466 kms 091 e 100, Jardim Alegre; PR-182, km 459, Realeza; PR-495, km 75, Missal; PR-160, km 53+500m, Cornélio; PR-281, km 421, Mangueirinha; PR-218, km 254, em Astorga.

Os trechos com interdição parcial estão localizados em Pitanga, Manoel Ribas, Missal, Realeza, Cornélio Procópio, Mangueirinha e Astorga.

Falta de combustível

Com o bloqueio sem previsão de liberação, os motoristas buscaram os postos de combustíveis para encher o tanque por precaução. Em municípios do sudoeste do Paraná, como Francisco Beltrão, Dois Vizinhos e Foz do Iguaçu, dezenas de postos estão sem combustível e não têm previsão de abastecimento, já que as próprias distribuidoras estão sem combustível e os caminhões pipa estão presos na manifestação. No Posto Cidade, um dos poucos ainda com estoque, motoristas de carros utilitários fazem fila para garantir os os últimos litros. O estoque de oito mil litros de gasolina restante deve durar só até esta tarde.

Reivindicações

Entre as reivindicações feitas aos governos estaduais, caminhoneiros e empresas de transporte pleiteiam que a referência de preço mínimo usada para cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) seja oficializada como tabela mínima de fretes no Estado. Outra cobrança é a redução da carga tributária sobre o diesel de 17% para 12% no Paraná.

A nível nacional, a reivindicação junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é de que transportadores inadimplentes possam refinanciar contratos, obtendo 12 meses de carência e ampliação de 12 meses no prazo dos contratos, mantendo as taxas de juro originais. Além disso, eles pedem que a nova Lei dos Caminhoneiros (PL 4246/2012) seja sancionada pela presidente Dilma Rousseff sem vetos.

Gazeta do Povo

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.