Brasil

Redução da maioridade penal deve ser votada na terça

A proposta de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes hediondos deve ser votada na terça-feira (30) pela Câmara dos Deputados.

Entre os crimes classificados estão estupro, latrocínio e homicídio qualificado (quando há agravantes) e roubo agravado (quando há sequestro ou participação de dois ou mais criminosos). O adolescente também poderá ser condenado por crimes de lesão corporal grave ou lesão corporal seguida de morte.

Segundo a proposta (PEC 171/93), a pena dos menores será cumprida em estabelecimento separado dos maiores de 18 anos e dos menores inimputáveis.

Assim como o assunto, a votação promete ser polêmica. Já estão agendadas manifestações em Brasília a partir de terça. De um lado, 87% da população brasileira é a favor da redução da idade penal, conforme pesquisa do Datafolha.

Contra o projeto, estão diversas associações da sociedade civil, como Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB); Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e da Juventude (ABMP); Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef); Fundação Abrinq; entre outros.

O texto já foi aprovado no último dia 17 na comissão especial do órgão, com 21 votos a favor da proposta de emenda à Constituição e 6 contra.

Com informações da Agência Câmara

Agencia Brasil

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.