Araucária

Rebelião na Casa de Custódia entra no quinto dia; um agente continua refém

Três agentes penitenciários foram liberados no começo da tarde desta quarta-feira (4) na Casa de Custódia de Curitiba (CCC), que passa por uma rebelião desde o último domingo (1). Neste quinto dia de rebelião, um trabalhador continua mantido refém por cerca de 170 presos que participam do motim.

Dois dos servidores soltos foram encaminhados ao Hospital do Trabalhador com ferimentos moderados. Segundo um agente que acompanhou o socorro, que preferiu não se identificar, apesar de tudo o que passaram, os rapazes liberados estão bem. “Eles estão fisicamente machucados, um sofreu uma lesão na testa e estava com os olhos roxos, mas até que saiu em bom estado psicologicamente. Mesmo diante de tudo isso, eles estão tranquilos”, afirmou à Banda B.

Agentes soltos foram encaminhados para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

A informação que ele recebeu é de que o agente ainda mantido refém deve ser liberado pelos presos amanhã às 7h. “A negociação é a Polícia Militar que está tomando conta e eles mantêm os detalhes em sigilo”, completou.

Para o trabalhador, a rebelião na CCC é mais um exemplo da precariedade do sistema prisional brasileiro. “Em todo local onde nós prestamos serviços o risco é iminente, de fuga, de rebelião…”, desabafou.

O motim teve início por volta das 18h de domingo, motivado por uma briga entre grupos rivais. A principal reivindicação dos rebelados é a transferência de sete detentos que foram levados da Casa de Custódia para outras cadeias do interior do Paraná.

Negociações

De acordo com a advogada Daniely Mulinari, que representa um dos presos da rebelião, as negociações tiveram avanço nesta quarta, o que possibilitou a liberação dos três agentes. “Os detentos estavam sem alimentação, luz, água… Estava uma queda de braço bem grande, porque eles queriam que a transferência acontecesse antes da soltura, enquanto a unidade exigia a entrega dos servidores primeiro. Mas assim que os dias foram passando e a dificuldade aumentando, quando viram que a reivindicação começou a ser atendida, eles decidiram ceder e liberaram os três”, disse ela.

Até agora, um dos sete detidos já foi transferido para a CCC, enquanto outros dois estão em tratamento médico no Complexo Médico Penal, em Pinhais. “Essas pessoas haviam sido colocadas em unidades de grupos de oposição, correndo risco de vida, por isso o pedido de transferência. Devido ao horário, não é mais possível fazer o procedimento de retomada da galeria, então amanhã a rebelião deve ser finalizada, com a entrega do último agente. A partir daí tudo se normaliza”, explicou a advogada.

Tentativa de fuga em Piraquara

Quase que simultaneamente à soltura dos agentes na CCC, uma tentativa de fuga foi registrada na Casa de Custódia de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), três detentos que estavam em celas modulares tentaram fugir, mas uma equipe da Seção de Operações Especiais (SOE) interveio e conseguiu evitar a ação. O Depen ainda informou que a situação está normalizada e não há informação sobre feridos.

 

BANDAB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.