Redação

Ratinho diz que Paraná ainda não teve quarentena severa e anuncia restrições de 14 dias para Curitiba

O governador Ratinho Junior anunciou, na tarde desta terça-feira (30), uma série de medidas restritivas válidas por 14 dias em sete regiões do estado, incluindo toda a região metropolitana de Curitiba. A decisão foi tomada no dia em que o Paraná registrou o recorde de casos e mortes em 24 horas, com 1536 e 36 respectivamente. O decreto é válido para 134 municípios e deve ser detalhado ainda durante a tarde. O comércio é uma das atividades econômicas mais afetadas.

Em entrevista coletiva, Ratinho afirmou que conversou com os prefeitos das grandes cidades afetadas pelo decreto e também com os presidentes das associações de município. Há uma preocupação também para a redução do número de pessoas no transporte coletivo.

O governador explica que o estado ainda não passou por medidas mais severas “Nós ainda não tivemos uma quarentena mais restritiva no estado”, diz.

O Governo do Paraná evita falar em ‘lockdown’ e admite que essa ainda é uma possibilidade. “Existe possibilidade de lockdown? Existe, mas é a medida mais enérgica que poderíamos tomar e estamos contando com o apoio da população para evitar”, disse.

Confira as medidas que foram divulgadas pelo líder do governo na Assembleia Legislativa, Hussein Bakri:

– Por 14 dias – prorrogáveis por mais 7, se necessário –, ficam restringidas as atividades econômicas não essenciais, como shoppings, galerias, comércio de rua, feiras, salões de beleza, academias, bares, casas noturnas.

– O transporte público poderá atender somente os funcionários dos serviços considerados essenciais, e os veículos só poderão circular conforme a quantidade de assentos.

– Também fica proibida a circulação de pessoas em vias públicas das 22h às 5h.

– O funcionamento dos mercados ficará restrito de segunda a sábado, das 7h às 21h. O fluxo ficará limitado a 30% da capacidade total, devendo ser controlado com a distribuição de senhas. O acesso será limitado a uma pessoa da família e está proibida a entrada de menores de 12 anos.

– Fica suspenso o funcionamento de serviços de conveniência em postos de combustíveis – exceto nas rodovias.

– Restaurantes e lanchonetes poderão atender somente no sistema drive-thru, delivery ou take away (retirada no balcão).

– Reuniões profissionais ou pessoais devem ser realizadas virtualmente e, quando necessário, com no máximo 5 cinco pessoas e afastamento de 2 metros entre si.

– A abertura de parques, praças e demais áreas coletivas ao ar livre fica a critério de cada prefeitura.

– A fiscalização será realizada pela Polícia Militar em parceria com as Guardas Municipais, sob pena de multa em caso de descumprimento.

– Também serão suspensas as cirurgias eletivas diante da escassez de medicamentos anestésicos e relaxantes musculares.

Mais informações em breve.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.