Brasil

Quem tem direito ao 13º salário?

O 13º salário é um benefício criado na década de 60, no governo do presidente João Goulart, e é direito de todo trabalhador com carteira assinada, além de aposentados e pensionistas. O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese) estima que quase 5,1 milhões de paranaenses vão receber o 13º este ano, o que deve injetar pouco mais de R$ 11 bilhões na economia paranaense, até o fim de dezembro.

Conforme Elizangela de Paula Kuhn, vice-presidente de desenvolvimento profissional do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná (CRC-PR), para ter direito ao benefício, o trabalhador com carteira assinada, incluindo os empregados domésticos formais, tem que ter trabalhado mais de 15 dias no ano. Já aposentados e pensionistas seguem as regras normais de aposentadoria.

Leia mais: Como usar o 13º salário? 

Cálculo

Como é calculado o benefício? A pessoa recebe um salário extra, no mesmo valor do pagamento normal mensal. No caso de pessoas que não trabalharam todos os meses do ano, o benefício é proporcional. Se a pessoa está há três meses trabalhando, por exemplo, receberá 3/12. Se está há oito meses, recebe 8/12. Basta dividir o valor do salário por 12 (meses) e multiplicar o valor encontrado pela quantidade de meses trabalhados. Este será o valor do 13º salário.

No caso de pessoas que possuem um salário base e mais pagamentos extras (horas extras ou comissões, como é o caso de vendedores, por exemplo), o cálculo é feito em cima de uma média de valor. O empregador pega o pagamento total de cada mês, soma todos e divide pela quantidade de meses trabalhados. Assim surge a média salarial, que será o valor do 13º salário.

Parcelamento

O pagamento pode ser parcelado em duas vezes. A primeira parcela (que não pode ser inferior a 50%) tem que ser paga até 30 de novembro e a segunda (os outros 50% ou o residual, caso o empregador tenha optado por pagar a mais na primeira parcela), até 20 de dezembro.

A exceção do parcelamento é para algumas categorias específicas de trabalhadores, que nos acordos e convenções coletivas de trabalho decidiram aumentar o número de parcelas, ou de que elas sejam pagas em outras épocas do ano, que não novembro e dezembro.

Caso o pagamento seja feito com atraso, é preciso ver o que está na convenção coletiva de cada categoria profissional. Algumas estabelecem multas ou juros por dia de atraso. Outras não falam nada sobre isto. O ideal é procurar o sindicato da sua categoria profissional para verificar. E caso o 13º não seja pago, aí é preciso entrar com uma reclamatória trabalhista na Justiça para recebê-lo.

Números do 13º salário

– R$ 11,032 bilhões serão injetados na economia estadual até o final de 2017
6% do total que será pago de benefícios em todo o Brasil (R$ 200 bilhões)
2,9% do PIB (Produto Interno Bruto) estadual

– 5,084 milhões de paranaenses beneficiados (6,1% do total de brasileiros contemplados):
3,144 milhões de empregados do mercado formal (celetistas e estatutários): R$ 8,3 bilhões – média de R$ 2.670,17
1,940 milhões pensionistas e aposentados do INSS: R$ 2,6 bilhões – média de R$ 1.286,86

– Distribuição por setor:
1,488 milhão de trabalhadores em serviços (incluindo administração pública): R$ 4,7 bilhões – média de R$ 3.208,19
667,5 mil trabalhadores da indústria: R$ 1,7 bilhão – média de R$ 2.609,49
657,6 mil trabalhadores do comércio: R$ 1,3 bilhão – média de R$ 1.981,36
121,9 mil trabalhadores da construção civil: R$ 267,4 milhões – média de R$ 2.194,54
105,8 mil trabalhadores da agropecuária: R$ 187,2 milhões – média de R$ 1.767,76

Fonte: Dieese

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.