Polícia

Professor de Paraíba é espancado com madeira e chicote por ser gay

Um professor da cidade de Serra Branca, no interior da Paraíba, foi espancado com pedaços de madeira e chicotes, até ficar em uma situação absolutamente deplorável. Luiz Carlos Rodrigues Alves, de 45 anos, foi agredido de forma brutal após um vídeo que mostra ele com outros rapazes numa praça viralizar nas redes. A polícia julga o caso como crime de homofobia.

O professor foi encontrado sem roupa e com diversas marcas de agressão pelo corpo, inclusive uma fratura exposta na mão. Luiz Carlos passou por cirurgia e está internado no Hospital de Trauma de Campina Grande. O estado de saúde dele é estável.

Uma TV local fez uma reportagem sobre o caso, incluindo uma entrevista com o professor. Ele pede por Justiça, desculpa-se por ter feito sexo em local público, e espera que os criminosos paguem pelo que fizeram.

 Catraca Livre 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.