Araucária

Procon Araucária investiga se há preço abusivo em farmácias, mercados e outros estabelecimentos

A Procon Araucária está nas ruas verificando se há a prática de preços abusivos em produtos relacionados à higiene e prevenção ao novo Coronavírus. A equipe já esteve em mais de 30 farmácias do município e solicitou notas das farmácias e de fornecedores delas para verificar os preços praticados. A visita também já ocorreu em seis mercados da cidade. Se constatado preço abusivo há previsão legal de multa.

Conforme o Procon local, vários processos já foram abertos para apurar se realmente houve alta abusiva por parte dos comerciantes do município ou se a prática de preço alto já veio dos fornecedores dos produtos; o que não caracterizaria abuso de preço por parte dos comerciantes. Há tempo previsto para a defesa das farmácias para apresentares todos os comprovantes solicitados. 

O Procon Araucária (que funciona à Rodovia do Xisto, 5815 – Sabiá) está com o atendimento presencial suspenso devido às ações de prevenção ao novo Coronavírus. Contatos podem ser feitos pelo 0800-643-2834 ou (41)3901-5155.

Prefeitura de Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduanda pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.