Araucária

Procon Araucária dá dicas para que consumidores não caiam em armadilhas na Black Friday

A Black Friday, grande ação de promoções no comércio, acontecerá em 29 de novembro. Para orientar os consumidores da cidade, o Procon Araucária separou algumas dicas para quem quer aproveitar os descontos sem correr o risco de cair em fraudes. Pesquisas antecipadas, cuidados com comprovantes e informações confiáveis sobre as empresas são alguns dos pontos que precisam ser levados em consideração para evitar problemas.

Para o comércio eletrônico, a principal dica é procurar no site a identificação da loja, como CNPJ, razão social, endereço e canais de contato. Outra orientação é verificar na internet se os dados informados pela loja são reais. Sites que possuem telefone celular ou e-mails gratuitos como forma de contato, devem ser evitados. Para fazer compras online, procure utilizar computadores particulares. O uso de equipamentos disponíveis em Lan Houses, Cyber cafés, máquinas ou redes públicas, pode ser arriscado já que pode não haver proteção adequada para as transações. É recomendado também que o consumidor imprima ou salve todas as telas que comprovem a compra e a confirmação do pedido (capturas de tela, e-mails e nota fiscal de compra). Ofertas recebidas por e-mail devem ser verificadas com cautela.

Em relação aos preços, o Procon recomenda que os consumidores pesquisem os valores antes da Black Friday, para que não caiam em falsas promoções. A verificação pode ser feita online nos sites das empresas que participarão da Black Friday e de outros fornecedores, inclusive na data da liquidação. A atenção para os preços dos fretes deve ser redobrada, já que no ano passado alguns produtos tiveram a taxa de entrega elevada, fazendo com que o desconto não fosse tão benéfico ao consumidor. Caso o valor do frete pareça abusivo, o cliente pode denunciar ao Procon.

Para compras feitas fora do estabelecimento comercial, seja por telefone, em domicílio, telemarketing, catálogos ou lojas online, há o prazo de sete dias para a desistência da compra, sem que seja necessário apresentar justificativas, o prazo é contado a partir da aquisição do produto ou do seu recebimento.

Lista – Sites que exigem pagamento via boletos à vista devem ser evitados, ao receber a compra, o consumidor deve verificar o produto antes de assinar o documento de recebimento. O Procon mantém uma relação de lojas online que devem ser evitadas por receberem muitas reclamações. A lista está disponível no link: http://bit.ly/lista_procon .

O Procon reforça que o Código de Defesa do Consumidor estabelece o prazo de 30 dias para reclamações sobre problemas aparentes ou de fácil constatação no caso de produtos não duráveis e de 90 dias para itens duráveis, contados a partir de sua verificação. Essa reclamação pode ser feita para o próprio comerciante ou para o fabricante. As regras nacionais também são válidas para produtos importados, adquiridos em lojas brasileiras devidamente legalizadas.

O Procon de Araucária fica no km 22 da Rodovia do Xisto, nº 5815, na mesma estrutura da Secretaria de Trabalho e Emprego/Sine. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 14 horas e não fecha para o almoço. Mais informações: 0800-643-2834.

Prefeitura de Araucária

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.