Polícia

Prefeitura de Curitiba afasta atendente do Samu que deu resposta inusitada durante ocorrência

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba afastou, neste sábado (5), uma atendente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), após resposta dada no telefone 19 durante um atendimento para socorrer um homem que teria ferimentos na cabeça.

No áudio, gravado pelo cidadão, a atentenente argumentou que era preciso autorização do ferido para que fosse enviada uma ambulância: “Tem que perguntar para ele, a gente não pode pegar ele à força. E se chegar aí e ele não quiser? A ambulância faz o quê? Se ele não quiser e quiser morrer, o problema é dele. Tem que perguntar para ele se ele quer atendimento”, disse a mulher no no telefone.

Em nota, a Prefeitura de Curitiba afirmou que retirou atendente do plantão, por não atender os protocolos do Samu, e que ela  irá responder a processo administrativo”. A administração municipal também disse lamentar o episódio e “pede desculpas ao cidadão que fez a ligação para ajudar a pessoa que estava precisando de atendimento”.

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.