Araucária

Prefeitura de Araucária estuda isenção de tarifa de ônibus para estudantes

araucaria

Conforme foi combinado na última semana, a Prefeitura de Araucária, mais uma vez, recebeu representantes do Movimento em defesa do transporte público em Araucária para aprofundar as discussões relacionadas às mudanças provocadas pela desintegração do transporte metropolitano. O encontro foi na manhã de sexta-feira (27) no Paço Municipal e coordenado pelo secretário de Governo, Ronaldo Martins. A Prefeitura tem se mostrado aberta a ouvir os manifestantes e, na medida do possível, tentar minimizar os impactos da decisão tomada pela Comec, que desintegrou as linhas da cidade com a Rede Integrada de Transporte (RIT) metropolitana. Uma das ações em estudo para minimizar o prejuízo do usuário de Araucária é a isenção da tarifa para estudantes.

Logo no início da reunião, foram destacadas as ações que a Prefeitura vem tomando para minimizar os transtornos causados pela desintegração. Em sua fala, o presidente da Companhia Municipal de Transporte Coletivo de Araucária (CMTC), Sandro Martins, mais uma vez, lembrou aos presentes que o município foi apenas informado da decisão da Comec e não consultado e que a desintegração começou em Araucária porque aqui as linhas eram 100% integradas. Os manifestantes já deixaram claro que entendem que a decisão partiu da Comec e pedem a ajuda da Prefeitura para buscar uma solução.

Para minimizar os efeitos da desintegração, o prefeito Olizandro já havia determinado a redução do preço da passagem do Triar para R$ 2,50 no cartão CMTC. Agora, a Prefeitura autorizou, por meio de um decreto, que o mesmo preço [R$ 2,50] seja aplicado para compra em dinheiro no período de 30 dias a partir da próxima terça-feira (3). Este prazo de 30 dias é essencial para que a CMTC consiga avaliar como fica a receita do Triar com o sistema desintegrado para, então, estudar medidas que possam beneficiar a população local. Melhorias, como a isenção de tarifa para estudantes no município, estão sendo estudadas, mas precisam das informações que serão recolhidas nos próximos 30 dias para avaliar a viabilidade.

Segundo Sandro, cerca de 7 mil cartões da CMTC (Triar) foram feitos nos últimos dias. Além da praticidade no embarque, o cartão garante maior segurança já que o usuário não precisa circular com dinheiro e tira o fluxo de dinheiro dos ônibus. É bom lembrar que a primeira via do cartão CMTC é gratuita e pode ser feita nos Terminais Central e Angélica. A CMTC também vem estudando alterações em algumas linhas para atender a regiões que, devido à desintegração, ficaram desassistidas de transporte coletivo prejudicando a moradores e trabalhadores.

 

Ascom/PMA com Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.