Araucária

Prefeitura de Araucária diz que greve de médicos é boato espalhado por sindicato

Redação

Na manhã desta quarta-feira, nossa redação replicou uma nota que o SIFAR Araucária acusava a prefeitura de não pagamento dos médicos terceirizados e que isto geraria uma paralização da categoria. Após a matéria ter sido veiculada , a prefeitura enviou um nota ao Araucária no Ar rebatendo as acusações. Confira a nota:

A Prefeitura de Araucária vem a público esclarecer que a informação veiculada pelo Sindicato dos Funcionários e/ou Servidores Públicos de Araucária (Sifar) sobre uma possível greve de médicos terceirizados é leviana e mentirosa.

Para restabelecer a verdade dos fatos, a prefeitura municipal informa que não foi registrado nenhum movimento de greve pelos médicos terceirizados que atendem nas unidades de saúde da cidade. A prefeitura rebate ainda a informação de que na manhã da última terça-feira, médicos não estavam atendendo nas unidades de saúde do Industrial e do Califórnia, esclarecendo que o fato verídico foi a falta de um médico em cada unidade por motivos de força maior. As ausências, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram devidamente justificadas.

A prefeitura lamenta a irresponsabilidade da entidade que propagou a informação de maneira irresponsável, mobilizando a imprensa e a comunidade em um estado de apreensão. Por fim, a Secretaria Municipal de Saúde reforça ainda que pagamentos de notas fiscais à empresa responsável pela terceirização dos médicos foram feitos essa semana.

 

 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.