Brasil

Prefeito do interior de SP proíbe funcionário de usar celular durante expediente

A prefeitura de Itirapina, na região central do Estado de São Paulo, proibiu o uso de celular, smartphones e tablets pelos funcionários durante o expediente. O decreto, assinado no último dia 2 e em vigor desde a sexta-feira (9) prevê abertura de sindicância para aplicação de advertência, suspensão e até demissão, em caso de reincidência, aos infratores. A cidade, de 17 mil habitantes, tem cerca de 800 funcionários. É a primeira prefeitura paulista a baixar norma com essa abrangência.

O prefeito José Maria Cândido (PMDB) publicou um comunicado na página oficial do município na internet explicando que a medida foi tomada após ter recebido dezenas de reclamações da população. “Vários servidores municipais não atendem o povo com respeito e rapidez, ficam de cara feia, ignoram e até maltratam as pessoas porque, no momento do atendimento, estão usando os aparelhos celulares, WhatsApp e internet”, informa.

Segundo ele, o problema ocorre até em reuniões de trabalho. “Pior ainda, há servidor que trabalha no máximo metade do expediente, ficando as outras horas com o celular na internet, WhatsApp, etc, e isso não é certo.”

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Claudete de Oliveira, criticou a medida por falta de previsão legal. “Em nenhum momento a lei que regula a atividade do servidor fala nesse tipo de proibição.” O sindicato ainda não decidiu se vai propor alguma medida contra a norma. O decreto permite que qualquer cidadão faça a denúncia. Os chefes e colegas de trabalho também podem apontar o faltoso.

 

ESTADÃO CONTEÚDO

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.