ParanáPolícia

Policial vê amiga sendo assaltada na rua e da janela do 1º andar atira e mata bandido

Da janela do 1º andar, uma policial militar atirou contra um suspeito que praticava um assalto em frente ao apartamento dela na noite desta sexta-feira (20), no bairro Novo Mundo, em Curitiba. O suspeito foi atingido na testa, morreu na hora e ainda está sem identificação oficial no Instituto Médico Legal (IML). Vizinhos ficaram surpresos com a ação da policial, que é lotada no Central de Operações Policiais Militares (Copom).

A tentativa de assalto aconteceu na rua Brasílio Ribas, por volta das 19h. Uma amiga da policial estacionou o carro em frente ao apartamento dela e foi abordado por uma dupla de bandidos armados. Ao ouvir gritos, a policial foi até a janela do apartamento e deu voz de prisão ao suspeito que estava com a arma em punho. Ele não acatou e teria apontado a arma em direção da policial, que atirou.

O tiro atingiu a testa do suspeito, que tem aproximadamente 25 anos. Uma vizinha que mora ao lado da policial disse que estava surpresa com a ação, principalmente, por não saber que a jovem era policial. “Pelo que estavam falando é mesmo uma policial que reagiu a um assalto. Parece que ele apontou a arma para ela, mas a policial foi mais rápida, mais experiente e conseguiu atirar antes dele. Tinha outra pessoa e ela fugiu, na verdade. Ela deve ser uma policial  muito bem especializada, diante de um nervosismo, ter esse raciocínio e tudo mais, eu achei bem preparada”, descreveu a testemunha, que não será identificada.

A Polícia Militar (PM) preferiu não gravar a entrevista, mas confirmou a ação da policial. O outro bandido correu e conseguiu fugir. O corpo do suspeito foi recolhido ao IML.

 

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.