AraucáriaPolícia

Polícia de Araucária elucida 8 assassinatos a partir de um exame de balística

Um exame de balística feito pela Polícia Científica do Paraná levou quatro jovens à cadeia e ajudou a Polícia Civil a elucidar oito mortes que aconteceram em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. O motivo dos crimes estaria diretamente ligado ao tráfico de drogas na cidade.

As investigações começaram depois da morte de Daniel Gonçalves de Lima, que aconteceu em agosto deste ano. Os policiais começaram a buscar por informações que pudessem levar aos autores, já que o motivo do crime estava bem claro.

Com mandados de prisão e até de busca e apreensão, uma operação, ainda no mês de agosto, três armas, uma pistola 9mm e dois revólveres 38, foram apreendidas e os quatro suspeitos foram detidos. Ainda durante a operação,uma investigadora foi baleada em confronto com os suspeitos.

O delegado Guilherme Wall Fagundes, pediu a perícia técnica das armas apreendidas e o trabalho, feito a partir do confronto balístico dos projéteis, extraídos das vítimas e das armas, constatou que duas das três armas apreendidas (revólveres da marca Taurus, calibre 38) foram utilizadas para matar oito pessoas. Os crimes aconteceram no bairro Campina da Barra, em Araucária.

Jhonatan Leite, 25 anos, o “Mano Axé”; Alisson de Oliveira Santana, 22, o “Teta”; Paulo Henrique Gomes Cenci, 26, o “Bolonha”; e Allan Silveira de Camargo, 27, continuam presos. As investigações continuam e a polícia busca agora mais provas que consigam materializar a responsabilidade dos detidos.

 

prOn

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.