BrasilPolítica

PF responsabiliza Moro pela divulgação da escuta

Em nota, a Polícia Federal admitiu que gravou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversando com a presidente Dilma Rousseff após a decisão do juiz Sérgio Moro de interromper a interceptação telefônica. A PF afirma que “a interrupção de interceptações telefônicas é realizada pelas próprias empresas de telefonia móvel”. “Após o recebimento de notificação da decisão judicial, a PF imediatamente comunicou a companhia telefônica”, diz a nota sem informar que horário isso ocorreu. Ainda de acordo com a PF, “até o cumprimento da decisão judicial pela companhia telefônica, foram interceptadas algumas ligações”. A nota responsabiliza do uso dessas interceptações ao juiz do processo, Sergio Moro. “Encerrado efetivamente o sinal pela companhia, foi elaborado o respectivo relatório e encaminhado ao juízo competente, a quem cabe decidir sobre a sua utilização no processo”.

Folha Press

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.