Araucária

Patrulha Maria da Penha começa a acompanhar mulheres vítimas de violência doméstica

Nesta semana, Araucária passou a contar com uma viatura e equipe de guardas municipais exclusivos para realizar o acompanhamento de mulheres que contam com medida protetiva, conforme decisão da Justiça. Esta equipe da “Patrulha Maria da Penha” percorrerá todos os cantos do município para amparar e dar os devidos encaminhamentos visando garantir o cumprimento da medida protetiva dessas mulheres vítimas de violência doméstica. Os casos de flagrante de violência continuam a ser atendidos (24 por dia) por todas as equipes da Guarda Municipal. Basta acionar uma equipe pelo telefone 153.

A equipe de guardas municipais da Patrulha Maria da Penha passou por treinamento para este trabalho e realizará o acompanhamento no período de segunda a sexta-feira. A mulher receberá a visita da equipe com o objetivo de verificar se tudo está conforme o que foi determinado pela Justiça. Caso haja descumprimento da medida judicial ou situação de agressão constatada, o agressor pode ser detido pelos guardas.

App – O morador de Araucária agora conta com um aplicativo de celular para solicitar atendimento da Guarda Municipal. O app “153 Cidadão” (disponível para download gratuito na loja Google Play) possibilita que o cidadão solicite viatura da Guarda Municipal ou registre denúncia, entre outras ações. No caso das mulheres que contam com medida protetiva, o aplicativo disponibiliza um ícone “Maria da Penha”.

O usuário precisa realizar um cadastro para utilizar o aplicativo. A solicitação do morador segue direto para a Central da Guarda, que também recebe os telefonemas via 153. Com o app, é possível a equipe da GM localizar a solicitante com maior rapidez.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.