Paraná

Paraná tem 106 casos de dengue e o primeiro caso de Zíka Vírus

O boletim da dengue publicado nesta terça-feira (24) pela Secretaria de Estado da Saúde registra 106 novos casos da doença. Até o momento, o Estado soma 1.060 casos confirmados no atual período epidemiológico, que começou em agosto e segue até o final de julho de 2021.

Também foi registrado primeiro caso de Zika Vírus do período.

Do total de casos confirmados de dengue, 812 são autóctones e estão registrados em 135 municípios. A incidência de autoctonia no Paraná está hoje 7,15/100.000 habitantes. Os casos notificados também aumentaram, de 9.968 para 11.086 acréscimo de 1.118 casos. As notificações atingem 303 cidades paranaenses.

ZIKA – O primeiro registro de Zika Vírus do período é do município de Cambé (Norte) e também se trata de um caso autóctone. A doença é igualmente transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue, e que ainda transmite a febre chikungunya.

CAPACITAÇÃO – O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, afirma que o Paraná segue alerta no combate à dengue promovendo, principalmente, a capacitação de profissionais para atuação integrada no diagnóstico e manejo das doenças nas áreas da Atenção Primária e da Urgência e Emergência. “Estes profissionais são os responsáveis pelo primeiro contato com o usuário do sistema de saúde e, com o trabalho integrado, pretendemos mais agilidade na identificação da doença e tratamento do paciente, evitando óbitos”, afirmou Beto Preto.

A capacitação e atualização dos profissionais acontece por meio de webconferências e seguirá até o dia 3 de dezembro alcançando trabalhadores que atuam em serviços do Estado e dos municípios.

Até o momento foram registradas 790 conexões em tempo real durante os eventos online e 5.109 visualizações para o conteúdo que está disponível na página da Secretaria da Saúde no youtube.

PARTICIPAÇÃO – O secretário Beto Preto reforçou ainda a importância da participação da população no enfrentamento da dengue. “Combater a dengue é um compromisso coletivo e a população precisa participar, eliminando os criadouros nos domicílios e nas áreas próximas. Lembremos que cerca de 90% dos focos estão nestes ambientes”, disse ele.

Confira o informe completo clicando  AQUI

AEN

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.