Paraná

Padrasto é preso suspeito de oferecer dinheiro para estuprar adolescente com deficiência

Um padrasto de 42 anos foi preso, neste domingo (24), suspeito de oferecer dinheiro para uma adolescente de 16 anos para manter relações sexuais com ela em Rio Branco do Ivaí, no Norte do Paraná. Segundo a Polícia Civil, a vítima possui deficiência auditiva e já vinha sendo abusada por ele há alguns meses.

Em entrevista, o delegado Ricardo Augusto de Oliveira Mendes relatou que a mãe da vítima foi quem percebeu os possíveis abusos, tanto que se separou do agressor há cerca de um mês. “Após flagrar ele passando a mão na adolescente, a mãe procurou o Conselho Tutelar e, por meio de libras, a vítima consegui relatar o que vinha acontecendo. Além de passar a mão, ele costumava observá-la durante o banho”, descreveu o delegado.

Com a separação, o padrasto passou então a enviar mensagens para a enteada, oferecendo dinheiro e outros objetos para poder manter relação sexual com ela. Entre as mensagens, a polícia encontrou vários vídeos e fotos em que o agressor aparece nu.

Na delegacia, o suspeito permaneceu calado durante o interrogatório. Ele agora permanece à disposição da Justiça e vai responder por estupro de vulnerável e indução à prostituição.

Banda B

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.