Redação

Paciente que Hospital de Curitiba procurava família morre na UTI

O Hospital Universitário Evangélico de Curitiba informou que o paciente sem identificação e contato com a família não resistiu e faleceu neste fim de semana. Ele estava internado desde o último dia 17 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e morreu ao meio dia de sábado (22). Ainda sem contato com a família, o corpo do homem será sepultado como indigente.

De acordo com o hospital, mesmo com a ampla divulgação da notícia, não foram encontrados os familiares do homem, que – possivelmente – é natural de outro Estado. Papiloscopistas do Instituto de Identificação colheram as digitais do paciente, mas não coincidiram com a base de dados do Paraná. Durante a procura, ele faleceu.

Suspeitas

O homem foi socorrido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) após ser encontrado desacordado em uma rua de Almirante Tamandaré, na região metropolitana. A suspeita é de que ela tenha sido vítima de agressão.

O paciente tinha 1,80m de altura, é magro, pele cor parda e com várias tatuagens pelo corpo, com nomes de pessoas. No lado direito do pescoço, estava escrito o nome “Eliane”. No lado esquerdo do pescoço, foi gravado “João Henrique”. “Paola” foi escrito no braço direito e “Samara” na mão direita. Já no pé direito foi identificada a frase “Deus é fiel”. Na mão esquerda, há outros dois nomes: “Rosana” e “Sayany”. No antebraço esquerdo foi tatuado o nome “Amanda”.

Enterro

Assim que pacientes sem identificação entram em óbito, como neste caso, o setor de Serviço Social do Hospital Evangélico aciona o Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba para refrigeração do corpo. Pela lei municipal, é preciso aguardar o período de duas semanas (14 dias), após a data oficial do falecimento, para novo prazo de tentativa de identificação ou aparecimento de familiares. Depois do prazo, o corpo poderá seguir para o serviço funerário do município para o enterro como indigente.

Banda B – 24/09/2018

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.