Brasil

Ovos “de colher” serão a marca da Páscoa deste ano

Os ovos de chocolates da Páscoa já não são mais os mesmos há muito tempo. Além dos brinquedos que tomaram o lugar dos bombons nos recheios dos ovos, a nova moda são os ovos de colher. Em quase todas as casas especilizadas em chocolates há pelo menos um produto para ser degustado com a colher e, por isso, feito com recheios diferenciados, como brigadeiro, dois amores, morango. Algusn motivos a mais para quem já gostava da Páscoa, gostar ainda mais.

Por conta disso, muitas artesãs investiram no aprendizado e resolveram disponibilizar aos interessados ovos de chocolate de colher, mas aos interessados vai um aviso: os prazos para fazer as encomendas terminam no dia 18 de março.

Muitas são consideradas doceiras de “mão cheia” pela família e amigos, como explicam as artesãs consultadas pela reportagem. Por gostarem de trabalhar na cozinha, preparando pratos doces e salgados, incentivadas pelos familiares e pela crise, algumas resolveram incrementar o orçamento familiar preparando as guloseimas, primeiro para os conhecidos e amigos, e depois para aqueles que receberam indicação dos amigos. E graças a tecnologia e as redes sociais, especificamente, o facebook, estas artesãs têm conseguido alcançar um bom espaço de mercado.

Uma delas é a dona de casa Elizabeth Marin, que trabalha há 40 anos no ramo da culinária, ministrando aulas e atendendo a encomendas em diversas. Ela conta que os ovos de Páscoa começaram, primeiro, a ser feitos para os filhos e depois, passou a aceitar encomendas. “Já os ovos recheados de colher, começamos no ano passado e de, cara, tivemos 200 pedidos”, conta. Para esta páscoa, a ideia de Elizabeth é dobrar esse número.

Como os pedidos são sob encomenda e os recheios são frescos, o prazo de entrega é de até 5 dias úteis para que os produtos não percam qualidade. “Por se tratarem de produtos caseiros, não temos um estoque grande de pronta entrega”, afirma. Para pedidos maiores, os prazos são definidos com o cliente na hora da compra.

A artesã explica que esses cuidados são para diferenciar os produtos daqueles fabricados pela indústria. “Tentamos deixar tudo muito pessoal e caseiro mesmo. Desta forma nos diferenciamos das marcas tradicionais encontradas no mercado”, justifica.

Elizabeth trabalha com cinco tamanhos de ovos nos sabores brigadeiro, brigadeiro de nutella, mousse de limão, trufa, trufa com sonho de valsa, dois amores, prestígio, pé de moleque, bolo de cenoura com brigadeiro, brownie com brigadeiro, brownie com caramelo, nega maluca com calda de chocolate e meio amargo. Os preços são definidos pelo tamanho e custam R$ 25 (120g), R$ 45 (250g), R$ 60 (350g), R$ 85 (500g) e R$ 100 (700g).

“Esses são os sabores padrão, mas se alguém quiser um sabor diferenciado, nós fazemos e os valores são revisados de acordo com o pedido feito”, explica Elizabeth.

Bem Paraná

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.