ParanáPolícia

“Operação Espertalhão” flagra motoristas ‘malandros’ no trânsito

O Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), através da Assessoria Militar, realizaram nesta segunda-feira (20) a “Operação Espertalhão”. O objetivo foi flagrar motoristas que retiram veículos apreendidos em blitz e voltam a circular de forma irregular, uma vez que não possuem o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), o que é de porte obrigatório de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

“Nós, do Detran, vamos atuar em parceria com o BPTran para intensificar cada vez mais a fiscalização em todo o Estado. Nosso objetivo é flagrar esses motoristas que querem burlar o código de trânsito e insistem em desrespeitar as leis”, afirma o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

Muitas vezes, o proprietário paga todos os débitos pendentes para a retirada do veículo, inclusive o Licenciamento, mas por não possuir os documentos em mãos não pode sair dirigindo o carro. À medida evita que diárias sejam pagas desnecessariamente, pois é direito do proprietário retirar o veículo do pátio.

Para realizar a retirada, o Detran autoriza que o proprietário do veículo contrate um guincho de sua preferência para levar o veículo até a residência ou local indicado. A retirada deve ser feita no guincho, pois para circular em vias públicas é obrigatório ter o documento do Licenciamento Anual – o prazo para o envio é de até 5 dias úteis.

Em poucas horas de fiscalização, dois veículos que haviam acabado de deixar o pátio em guinchos foram flagrados trafegando sem o documento do Licenciamento Anual.

Em um dos casos, o condutor era permissionário e havia sofrido uma penalidade gravíssima meses atrás – o que fez com que ele perdesse o direito de dirigir –, mas mesmo assim, estava ao volante de forma irregular.

O condutor flagrado na fiscalização foi encaminhado à Delegacia de Delitos de Trânsitos (Dedetran), por dirigir veículo automotor sem a devida permissão para dirigir ou habilitação, o que é crime de trânsito conforme artigo 309 do CTB. A pena varia de seis meses a um ano, ou multa.

Pron

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.