Paraná

Número de mortes nas rodovias paranaenses tem queda de 65% no Carnaval

prf2

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou nove mortes no Paraná durante o Carnaval de 2015. O número é 65% menor do que o verificado no mesmo feriado do ano anterior, quando 26 pessoas morreram nas rodovias federais do estado.

O total de pessoas feridas nessas vias no Paraná caiu 17%, de 236 para 196 – e o de acidentes, 12%, de 359 para 317.

Os dados se referem ao período entre a 0h da última sexta-feira (13) até a meia-noite de ontem (18), Quarta-Feira de Cinzas. Ao longo desses seis dias, 149 motoristas foram notificados pela PRF por dirigirem embriagados no estado. Desse total, 35 foram presos em flagrante.

Se for considerada evolução da frota nacional, que nos últimos doze meses cresceu de 82,8 milhões para 87,7 milhões de veículos, a taxa de redução de mortes no Paraná foi da ordem de 68%: passou de 0,31 para 0,10 morte por milhão de veículos.

No mesmo período do ano passado, o Paraná havia liderado o número de mortes, seguido por Minas Gerais e Bahia. Juntos, esses três estados registraram 41% das mortes no feriado de 2014.

Para este ano, a PRF reforçou o efetivo nessas três unidades da federação, com policiais de outras regiões do país.

Nacional

Em todo o país, a PRF registrou no Carnaval deste ano uma queda de 24% no total de mortes, que passaram de 158 no ano passado para 120 este ano. O número de feridos caiu 13%, de 2.050 para 1.786 – e o de acidentes, 17%, de 3.357 para 2.785.

O total de motoristas flagrados bêbados pela PRF no conjunto das rodovias federais brasileiras foi de 2.006. Houve 372 prisões por embriaguez.

Os principais focos das ações de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal durante o Carnaval estiveram relacionados ao consumo de bebida alcoólica, a ultrapassagens proibidas e ao excesso de velocidade.

Desde dezembro, a PRF, em conjunto com forças estaduais e municipais de segurança, desenvolve a quarta edição da Operação Integrada Rodovida, cujo objetivo é reduzir o número de mortes no trânsito brasileiro. As atividades no Carnaval fazem parte do calendário da Rodovida, que seguirá até o próximo domingo (22).

Perfil das mortes no Paraná

Das nove mortes registradas pela PRF no Paraná, cinco ocorreram em duas colisões frontais. Uma dessas colisões, na noite de sexta-feira (13) em Guamiranga, resultou na morte de três pessoas e foi provocada pelo condutor de um automóvel Hyundai Azera roubado. Ele sobreviveu e ainda está hospitalizado, sob custódia policial, em Ponta Grossa.

Duas mortes foram decorrentes de colisões traseiras, uma de capotamento e uma de atropelamento.

Oito das nove mortes ocorreram sob chuva. Apenas uma das mortes ocorreu em trecho de curva, as demais foram registradas em retas.

Entre as causas presumíveis dos seis acidentes com mortes estão o excesso de velocidade, aquaplanagem e sono.

Seis mortes ocorreram em locais de pista simples e três, em pista dupla. Mais de 70% dos cerca de 4 mil quilômetros de rodovias federais existentes no Paraná são de pista simples.

.

PRF com BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.