Paraná

Novo lote da vacina CoronaVac chega ao Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde recebeu na noite desta quarta-feira (24) uma remessa com 64.800 doses da vacina CoronaVac/Instituto Butantan. Elas chegaram em um voo comercial por volta das 20 horas no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, e em seguida foram levadas ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). A distribuição para as regionais de Saúde começa nesta quinta-feira (25).

As vacinas são destinadas para aplicação da primeira (D1) e da segunda dose (D2) e continuarão a ser direcionadas a profissionais da saúde que atuam na linha de frente de atendimento aos doentes e idosos com mais de 80 anos, conforme especificações do Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19.

É a segunda remessa que chega ao Paraná nesta quarta. Pela manhã outras 102.500 doses da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca e a Fiocruz chegaram ao Estado. No total, foram 167.300 doses em apenas um dia, totalizando 706.200 entregues ao Estado desde o começo da imunização.

A secretaria estadual da Saúde está preparando a logística de distribuição das vacinas dos dois laboratórios para as 22 Regionais de Saúde.

“É uma operação que envolve várias equipes profissionais. Pretendemos atingir o mesmo resultado dos envios anteriores, lembrando que na primeira entrega de doses da Coronavac o Paraná foi destaque nacional, com a entrega da vacina em todos os municípios em menos de 28 horas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Trata-se de uma grande força-tarefa”.

HISTÓRICO – A primeira remessa, com 265.600 unidades da vacina CoronaVac, chegou ao Paraná em 18 de janeiro, no final da tarde. A data marcou o início da campanha de imunização no Estado, após a aplicação na enfermeira Lucimar Josiane de Oliveira, de 44 anos.

No dia 23 de janeiro o Estado recebeu a segunda remessa do Ministério da Saúde, com 86.500 doses da vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. O Paraná ainda recebeu mais dois lotes de doses da CoronaVac: em 29 de janeiro foram 39.600 doses e no dia 07 de fevereiro outras 147.200 unidades. A última remessa possibilitou o começo da vacinação em idosos.

GRUPOS PRIORITÁRIOS – Pelo plano estadual, seguindo a ordenação por grupos prioritários, a previsão é vacinar cerca de 4 milhões de pessoas até maio de 2021. A vacinação ocorrerá de acordo com o recebimento dos imunizantes, de forma gradual e escalonada. Fazem parte dos grupos prioritários, além de profissionais da saúde, indígenas e idosos em Instituições de Longa Permanência (ILPI), os trabalhadores das forças de segurança, da educação, do transporte coletivo, portuários, caminhoneiros e idosos com mais de 60 anos.

AEN

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.