Araucária

Novas Leis do Plano Diretor em Araucária entram em vigor a partir de 20 de janeiro

A partir da próxima quarta-feira, 20 de janeiro, entrarão em vigor as novas Leis Complementares do Plano Diretor, o qual estabelece a política de desenvolvimento do município e expansão urbana. Com as novas leis, ficam estabelecidas quais atividades e empreendimentos podem e não podem ser feitos na cidade.

Entre as novas leis, está a que refere-se a parcelamento do solo urbano (Lei Complementar n° 22/2020), a que institui o Código de Posturas (Lei Complementar n° 23/2020), a que trata de áreas urbanas e rurais (Lei Complementar n° 24/2020) e a que estabelece normas de uso e ocupação do solo (Lei Complementar n° 25/2020).

As novas normas são de interesse de toda a população, visto que tratam de assuntos diversos. Elas devem influenciar não somente nas atividades de profissionais como arquitetos, engenheiros e até mesmo advogados, mas também nas escolhas e ações dos araucarienses em geral.

Para se ter ideia, a Lei Complementar 23/2020, a qual reúne normas que regulam o uso do espaço urbano pelos cidadãos, estipula normas sanitárias, estabelece medidas referentes aos animais domésticos, determina regras sobre a prestação de serviços realizados em vias, parques e praças públicas e a respeito de autorizações para ligações de energia elétrica e de abastecimento em áreas urbanas e rurais, entre outras situações.

Já a Lei Complementar 25/2020, que regra sobre o zoneamento de uso e ocupação do solo em todo o município, altera a atual quantidade de zonas, eixos e setor, ou seja, a cidade terá novas divisões de território com a nova Lei. As novas divisões impactarão diretamente na construção civil, visto que na zona central, por exemplo, haverá a possibilidade de se construir até 22 pavimentos nos imóveis. Além disso, nas zonas residenciais haverá mais flexibilidade com relação ao comércio.

Contudo, o novo Código de Obras (Lei Complementar n° 26/2020), que estabelece novas disposições sobre a aprovação de projetos arquitetônicos – Declaração de Projeto Aprovado sem Direito à Execução, Alvará de Construção Responsável e Alvará de Regularização Especial – só entrará em vigor no dia 10 de março.  

REQUERIMENTOS PROTOCOLADOS ATÉ 20 DE JANEIRO
É importante ressaltar que os requerimentos protocolados por profissionais da área até a data do início da vigência das novas Leis, ou seja, 20 de janeiro, serão analisados de acordo com os requisitos técnicos da legislação anterior. A partir deste dia, requerimentos seguirão a nova legislação.  

ACESSE AS LEIS
As Leis citadas já foram publicadas em Diário Oficial e podem ser conferidas através dos seguintes links:

Lei Complementar 22/2020: CLIQUE AQUI

Lei Complementar 23/2020: CLIQUE AQUI

Lei Complementar 24/2020: CLIQUE AQUI

Lei Complementar 25/2020: CLIQUE AQUI

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Ivone Souza - Redação

Ivone Souza é jornalista graduada pelo Centro Universitário Internacional Uninter. Foi repórter e produtora de conteúdos do Portal Mediação, redatora do site Uninter Notícias, escritora e cronista. Curte teatro, uma boa leitura e é apaixonada por viagens e fotografia.

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.