Paraná

Mulher chorando em viaduto mobiliza Corpo de Bombeiros, mas o que ela queria mesmo era um abraço

abracoPedestres e motoristas que passavam pelo Viaduto do Capanema, no bairro Rebouças, em Curitiba, pensavam no pior ao ver uma mulher debruçada no parapeito, na noite desta segunda-feira (18). O Corpo de Bombeiros foi acionado para a suposta tentativa de suicídio e mobilizou também equipes de socorro. Mas, o que a mulher queria, mesmo, era um abraço e um bom ouvinte.

O caso pitoresco aconteceu por volta das 19 horas. O CB foi acionado por pessoas que viram a mulher e suspeitaram que ela fosse se jogar do viaduto. A Polícia Militar (PM) também se mobilizou no caso. Três viaturas foram até o local, acompanhadas do oficial de socorro da área.

Quando chegaram, prontos para iniciar os trabalhos de persuasão, viram que – na verdade – ela nem sequer pensava em pular. Embora estivesse nervosa e chorando bastante, a mulher queria mesmo era conversar. “A senhora estava sobre o viaduto, mas não era tentativa de suicídio, ela apenas estava nervosa, chorando. Alguém passou e achou que ela quisesse pular. Ela não comentou o que tinha acontecido”, disse o sargento Batista.

Os bombeiros a acalmaram, conversaram e depois de um abraço, ela parou de chorar. A mulher se despediu e foi embora, caminhando. As três viaturas acionadas voltaram aos seus postos.

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.