Paraná

Mortes no trânsito superam três vezes as de homicídios neste fim de semana

O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba registrou números atípicos neste fim de semana. O número de mortos no trânsito superou os casos de homicídios na Grande Curitiba, segundo o balanço oficial. Das 18 horas de sexta-feira (24) até as 6 horas de hoje (27) foram, ao todo, 21 casos de mortes violentas.

Dessas, onze pessoas morreram vítimas do trânsito. Dois casos de acidente fatal aconteceram no mesmo local, em 24 horas, na Rodovia Leopoldo Jacomel, entre Pinhais e Piraquara. Dois motoristas foram colhidos por um trem no cruzamento e morreram na hora.

Além disso, quatro pessoas foram assassinadas, duas morreram por queda, duas por enforcamento e dois casos ficaram na dependência de exames complementares.

Último

O último caso de morte violenta no trânsito aconteceu na BR-376, por volta das 18h30. Regina Alves, 40 anos, era passageira de um Corsa Classic que tentou fazer um retorno e foi colhido por um veículo Fox, na altura do quilômetro 644, em Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Além da vítima fatal, três pessoas ficaram feridas e foram socorridas ao Hospital Trabalhador, no bairro Portão.

Protesto

Moradores da região próxima aos acidentes com o trem se uniram, na tarde deste domingo (26), para realizar uma manifestação na Rodovia João Leopoldo Jacomel. Duas pessoas morreram em um acidente de trânsito entre um carro e um trem.

O principal pedido dos manifestantes é a construção de uma trincheira. Durante o protesto, as cerca de 50 pessoas faziam pequenos bloqueios na rodovia, pedindo para que os motoristas buzinassem em apoio.

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.