Araucária

Morcego com raiva é encontrado em Araucária; é o quinto caso na Grande Curitiba

Um morcego infectado com raiva foi encontrado em Araucária, neste mês. Segundo a Vigilância em Saúde, não há motivo para pânico, já que a circulação do vírus é uma situação que pode acontecer, já que o animal é silvestre, circula na mata e na cidade. O caso, que foi registrado na região central, foi o primeiro confirmado no município.

De acordo com a Vigilância, o fato do morcego voar normalmente à noite é um indício de que ele está saudável.  Quando infectado, ele pode ter mudanças no comportamento, como fazer voos de dia ou não conseguir voar e cair.

Quem encontrar um morcego caído ou desorientado não deve tocá-lo ou deixar que um animal doméstico entre em contato com ele. Uma dica é isolá-lo, colocar um balde ou bacia em cima e chamar o Centro de Controle de Zoonoses para buscá-lo. Como eles têm grande importância no controle de insetos e são protegidos por lei, não devem ser mortos.

Outra providência essencial é manter anualmente cães e gatos vacinados contra raiva. A vacina é disponibilizada gratuitamente na sede do CCZ. Basta agendar previamente a aplicação pelo telefone 3901-5286.

Qualquer acidente provocado por morcego é considerado grave. A raiva é uma doença grave que afeta o sistema nervoso central e pode levar à morte. Todos os mamíferos são suscetíveis ao vírus da raiva, sendo que a contaminação pode ocorrer por arranhões ou mordidas.

Serviço

Mais informações podem ser obtidas com o CCZ pelo telefone 3901-5286. O endereço do serviço é Estrada Municipal DT 606, Nº 303, Roça Nova.

Em Curitiba

Na capital, desde o começo do ano, foram registrados quatro casos de morcegos com raiva na cidade. O último aconteceu no bairro Cajuru.

 

SMCS

 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.