Paraná

Missa relembra e homenageia padre que morreu há dez anos ao voar com balões

A Capela Divino Espírito Santo, em Paranaguá, no Litoral do Estado, realiza nesta sexta-feira (20) uma missa em homenagem ao padre Adelir de Carli, que desapareceu em 20 de abril de 2008. O pároco, responsável pela Paróquia São Cristóvão, deixou a cidade litorânea com destino ao Mato Grosso do Sul em uma cadeira suspensa com mil balões, mas a rota não foi como esperada e ele acabou encontrado morto cerca de três meses depois no Litoral do Rio de Janeiro.

A missa está marcada para começar 19h30, na Capela Divino Espírito Santo, que é pertencente à igreja comandada por Adelir. A Paróquia São Cristóvão, inclusive, fica localizada em uma rua que homenageia o padre, a Rua Padre Adelir de Carli.

A morte de Adelir foi confirmada em 29 de julho de 2008, pela Polícia Civil do Rio. O corpo do padre foram encontrados no mar por um rebocador que prestava serviços à Petrobrás próximo à costa de Maricá.

Natural de Pelotas e militante dos direitos humanos, Adelir voou em uma cadeira amarrado aos balões de gás hélio coloridos. As condições climáticas desfavoráveis, porém, desviaram a rota.

Por algum tempo, ele conseguiu manter contato com equipes de resgate, mas desapareceu pouco tempo depois.

 

BANDAB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.