Paraná

Ministério Público pede suspensão da lei que resultou em massacre no Paraná

1 a 1 a a a a pr princA Lei Estadual 18.469/2015 extingue o fundo de previdência ParanáPrevidência e transfere R$ 8,5 bilhões para os cofres do Estado; o texto foi aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 29 de abril, com forte repressão policial a professores e outras categorias que protestavam em frente ao local

Por Redação*

O Ministério Público de Contas do Paraná solicitou, na sexta-feira (8), a suspensão da Lei Estadual 18.469/2015, que extingue o fundo de previdência ParanáPrevidência e transfere R$ 8,5 bilhões para os cofres do Estado.

O texto foi aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 29 de abril, com forte repressão policial a professores da rede estadual e outras categorias que protestavam em frente ao local. O massacreterminou com cerca de duzentos feridos.

O MP pediu urgência na análise do pedido. Para os procuradores, a legislação é inconstitucional e incompatível com a Lei de Responsabilidade Fiscal, a Lei Geral dos Regimes Próprios de Previdência, a Lei de Diretrizes Orçamentárias e a Lei Orçamentária Anual.


* Com informações da Agência Brasil

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.