ParanáRedação

Manifestantes protestam em Campo Largo; Motivo é o fim da integração

2

Moradores em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, queimaram pneus e realizaram um protesto que demorou pouco mais de uma hora na manhã desta terça-feira (24). Segundo eles, a intenção é reclamar da extinção de duas linhas de ônibus municipais por parte da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba).

A ponte sobre o Rio Passaúna, que liga a Rua Mato Groso, em Campo Largo, à Rua Eduardo Sprada, em Curitiba, ficou interditada das 6h às 7h20. “Pessoal queimou pneu por causa da integração. Antes era quatro linhas para o pessoal aqui do Ferraria e agora só serão duas”, protestou a moradora Josélia Aparecida.

“Ali passava o Estrada Velha Campo Largo e o Timbotuva e o povo agora vai ter que pegar mais ônibus para chegar ao Terminal de Campo Largo. A gente teme que logo tenha que pagar mais passagens também. O povo está revoltado”, completou Josélia;

O protesto causou lentidão no limite entre Campo Largo e Curitiba. Se as linhas não voltarem, os moradores prometem mais manifestações.

BandaB

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.