Araucária

Maior área de conservação e preservação urbana do país é inaugurada

refugio_bugio-26Uma área com mais de 1.800 hectares (mais de 8 milhões de metros quadrados) voltada para a proteção de ecossistemas ameaçados de extinção, a recuperação de áreas de preservação permanente ao longo do Rio Iguaçu e Barigui e a proteção também de 112 espécies da fauna nativa paranaense. Inaugurado hoje (28) o Refúgio de Vida Silvestre “Reserva do Bugio” é a maior área de conservação urbana do Brasil.

As cidades de Araucária, Curitiba e Fazenda Rio Grande terão a gestão do local compartilhada. O prefeito Olizandro Ferreira, o prefeito de Curitiba Gustavo Fruet, e o prefeito de Fazenda Rio Grande Marcio Wozniack além de secretários, vereadores, líderes comunitários e outras autoridades inauguraram na manhã deste sábado a reserva.

A unidade além de contribuir com a preservação da biodiversidade na região melhorará a qualidade das águas e diminuirá o impacto das enchentes.

Olizandro definiu o local como um projeto histórico para as três cidades. “Hoje estamos construindo um legado muito importante, um projeto para o futuro de nossas crianças. É um momento para ser comemorado, celebrado. Essa parceria entre Curitiba e Região Metropolitana cria a maior área de preservação urbana do país. Nesta área há 15 anos aconteceu um dos maiores acidentes ambiental do Brasil, o derramamento de óleo no rio Barigui, e agora com a criação dessa reserva a área impactada será preservada”.

Dos 1.800 hectares do Refúgio do Bugio, uma área de 335 hectares pertence a Araucária.

A região tem registro de 112 espécies de aves (25% da avifauna do Paraná) e 20 de mamíferos (10% das espécies registradas no Estado), algumas estão ameaçadas de extinção e serão protegidas com a criação do refúgio, entre elas os bugios, lontras e as aves ananaí, garça-branca, gavião carijó e beija-flor.

No refúgio também será possível realizar o monitoramento permanente e pesquisas científicas além da regulamentação das atividades humanas na área visando a sustentabilidade ambiental, social e econômica do projeto.

Após a inauguração os prefeitos plantaram três mudas de ipê e conheceram a trilha educativa da reserva.

Além de toda a importância para o meio ambiente e para a conservação de espécies, o município, com a criação do Refúgio também aumenta sua arrecadação já que passa a receber uma parcela maior do ICMS Ecológico destinado as cidades que possuem unidades de conservação da biodiversidade e áreas de manancial.

SMCS / Foto Carlos Poly

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.