Paraná

Limite de 40 km/h em vias do Centro de Curitiba passa a valer segunda-feira

O motorista que for flagrado dirigindo na região central de Curitiba acima de 40 km/h a partir desta segunda-feira já passará a ser multado. Além desta mudança, a partir do ano que vem os semáforos da chamada “área calma” darão mais tempo pra travessia dos pedestres. Com a redução do limite de velocidade e alteração dos semáforos, a expectativa é que o número de acidentes fatais nessa área seja zerado.

A região, que conta com 133 cruzamentos, já possuía três monitorados. A partir da semana que vem, com os novos 16 equipamentos, serão 22 radares em 12 cruzamentos, monitorando o trânsito ao longo dos 140 quarteirões.

Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito, nos últimos três anos ocorreram 1.173 acidentes nessas vias, matando 24 pessoas. “Estudos realizados em diversas cidades do mundo apontam que o risco de um pedestre morrer ao ser atropelado por um veículo a uma velocidade de 40 km/h é radicalmente menor do que a 50 km/h”, explica a secretaria municipal de trânsito Luiza Simonelli.

A prefeitura investiu R$ 420 mil, desde a sinalização, até os radares e a campanha educativa. “O motorista já está ciente do novo limite de velocidade. Além das placas, durante a última semana tivemos agentes informando sobre a mudança”, afirma a secretaria.

Bem-vinda

Para o empresário Cláudio Dias Jurado Vargas, dono do Bar Empada com Biritiba, na Rua Presidente Carlos Cavalcanti, a mudança é bem-vinda. “Assisto pelo menos um acidente por semana em frente ao bar. Essa redução é positiva, pois trará mais segurança aos clientes. Essa é uma região com muitos bares, as pessoas ficam nas calçadas. Quem abusa no volante não pensa nisso”, acredita Cláudio.

Já para a motorista Cilene Gimenez, a sinalização poderia ser reforçada. “Percebi muitas placas informando do novo limite. Mas poderia ser mais clara a transição pra alertar o motorista de que ele está entrando na área calma, pois com a sinalização no chão é complicado pra enxergar”, defende Cilene.

Tendência no mundo todo

A redução de velocidade no trânsito é um movimento que já ocorre nas maiores cidades do mundo. Ainda nesse ano, São Paulo, a cidade mais populosa do país, teve a redução de muitas vias artérias de para 50km/h.

Após registrar 178 óbitos em 2013, Nova Iorque assistiu o limite de velocidade cair para 25 milhas, aproximadamente 40km/h. Em Londres, cerca de 300 quilômetros de avenidas possuem um limite de 20 milhas, cerca de 32km/h. Paris conta com quilômetros de ruas trafegáveis a 30km/h.

“O que está ocorrendo em Curitiba é o mesmo que já ocorre em todo mundo. O trânsito é um problema comum a qualquer grande cidade e a maior preocupação deve ser a preservação da vida. Em todos locais onde houve essa redução de velocidade, se observou queda em acidentes graves”, aponta Luiza. (SB)

Multas e semáforos

As multas pra quem não respeitar o novo limite estão previstas no artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro: caso a velocidade supere em até 20% a velocidade máxima, o motorista perde 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e leva R$ 85,12 de multa. Caso a velocidade seja superior em até 50%, perde 5 pontos e leva R$ 127,69 de multa. Acima de 50%, são 7 pontos mais R$ 574,61 de multa e apreensão da carteira.

Sincronização

Para evitar congestionamentos e garantir fluidez no trânsito, no início do ano os semáforos sofreram alteração. O tempo de duração de um ciclo, período de todas as fases do sinaleiro (verde, amarelo, vermelho), passou de 80 para 90 segundos. Para o ano que vem outra mudança que aumentará o tempo de travessia para pedestres. “Os sinaleiros da área calma já foram sincronizados para que os equipamentos que ficam mais a frente abram antes, gradativamente. Estamos fazendo uma média de um metro por segundo pra adequar a travessia do pedestre de acordo com a distância das vias. Assim, poderemos deduzir este valor do tempo para o motorista. Mas essa mudança é de doía a três segundo. Para o veículo, essa alteração não deve causar grande impacto, mas para o pedestre ajudará muito”, explica o gerente de departamento de operações de trânsito da Setran, Pedro Darci.

Parana Online

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.