Paraná

Justiça determina volta de cursos suspensos da Faculdade Evangélica

evangelica

O Sindicato dos Professores do Ensino Superior de Curitiba e Região (Sinpes) conseguiu, nesta quinta-feira (29), uma liminar na Justiça que suspende a extinção dos sete cursos e da demissão de 135 docentes da Faculdade Evangélica do Paraná (Fepar). Com a decisão, mais 105 auxiliares da administração escolar também terão os empregos mantidos.“O desembargador Arion Mazurkevic entendeu as denúncias realizadas pelo Sinpes de que não era possível administrar a crise com o fechamento de sete cursos e demitir os professores em 24 horas. Com a suspensão, os problemas relacionados aos direitos trabalhistas seriam muito maiores para a instituição”, explicou o vice-presidente do Sinpes, Valdyr Perrini, em entrevista.

Com a nova liminar, o administrador responsável deverá cumprir a determinação original e checar de forma completa as condições financeiras da Fepar junto com um representante da Prefeitura de Curitiba. Após essa ação, ele deverá sugerir alternativas que levem em conta a continuidade do funcionamento da Sociedade Evangélica e a manutenção dos empregos.

Os coordenadores dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, Psicologia (diurno e noturno), Gestão Ambiental e Teologia já foram convidados a participar de uma reunião com o interventor na manhã desta sexta-feira (30). Com a liminar, a grade horária e os professores serão mantidos normalmente, segundo Perrini.

“Assim, nós conseguimos resguardar os direitos trabalhistas da melhor forma possível. Todos temos a esperança de que tudo vai voltar à normalidade”, concluiu ele.

Retorno dos alunos

A preocupação agora, de acordo com o vice-presidente, é resgatar os alunos que já providenciaram transferência para outras instituições de ensino, para garantir a permanência e a conclusão da graduação de forma integral.

O fechamento dos cursos foi anunciado às vésperas do Natal do ano passado, devido à problemas financeiros, após a nomeação de um interventor pela Justiça do Paraná. Apenas Medicina continuaria em funcionamento.

A reportagem tentou entrar em contato com a Faculdade Evangélica, mas as ligações não foram atendidas até o fechamento desta reportagem.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.