Araucária

Homem atira contra carro, fere dois e atinge prédio da Gazeta do Povo no Centro de Curitiba

Um homem disparou por várias vezes contra um Cintroen C3 estacionado na Praça Carlos Gomes, no Centro de Curitiba, na tarde desta quarta-feira (8). Dois homens ficaram feridos e um dos tiros acertou uma porta do prédio do jornal Gazeta do Povo. A informação inicial é que o suspeito, que foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM), tomou essa atitude por umamotivação passional, já que no carro também estava uma mulher com quem ele teria tido envolvimento amoroso.

De acordo com a PM, o homem chegou a pé e ao ver a mulher e outro homem entrando no Citroen, em que outro rapaz os aguardava, começou a disparar. “Os dois homens teriam ficados feridos, já a mulher correu em direção ao prédio da Gazeta, onde os disparos foram efetuados e um acertou a porta do jornal. Em seguida a isso, o suspeito largou a arma em um prédio do estabelecimento e fugiu, sendo preso um pouco depois pela PM, ainda nas imediações”, explicou à Banda B o delegado Rubens Recalcatti, da Polícia Civil.

gazeta2

Ainda segundo o delegado, o suspeito estava com uma tornozeleira de foragido do sistema prisional. “A mulher que seria alvo dele não foi localizada e os dois homens baleados teriam ido, mesmo feridos, até o Hospital Marcelino Champagnat, onde o carro foi localizado”, falou Recalcatti, confirmando o tiro contra a sede da Gazeta. “Tinha uma recepcionista ali atrás, mas o tiro não passou do vidro que é bem resistente”, descreveu.

O suspeito preso foi encaminhado ao 1° Distrito Policial (1° DP). Há a informação de que uma arma teria sido encontrada com um dos baleados no hospital. “Ainda estamos apurando esse fato”, concluiu Recalcatti.

Susto

Uma funcionária de uma academia de ginástica localizada a poucos metros do tiroteio afirmou à Banda B que a correria foi grande. “Muitos tiros por aqui. Tem mais de sete disparos e falaram que até gente ferida. Eu prefiro ficar longe daqui”, disse momentos após o tiroteio.

O tiroteio em frente ao jornal aconteceu no mesmo dia em que o mundo vê assustado uma ação de terroristas contra um meio de comunicação francês, que terminou na morte de doze pessoas. No caso de Curitiba, foi uma ação isolada e que por coincidência aconteceu em frente à sede do jornal, que nada tinha a ver com a situação.

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.