Araucária

Hissam reduz passagem de ônibus de Araucária de R$ 4,25 para R$ 2,90; Preço valerá para também para integração com Curitiba

Prefeito Hissam Hussein Dehaini fez o anuncio nesta terça-feira (19), na Câmara Municipal de Araucária

A extinção da Companhia Municipal de Transporte Coletivo CMTC) já começa a render frutos em Araucária. Graças a economia gerada com a iniciativa, a Prefeitura divulgou uma ótima notícia para os moradores da cidade: a redução da tarifa de ônibus, que passará dos atuais R$4,25 para R$2,90 a partir do dia 1º de janeiro de 2018, conforme anunciou o prefeito Hissam Hussein Dehaini, nesta terça-feira (19), na Câmara Municipal de Araucária.

“Isso nada mais é do que resultado da economia feita com a extinção da CMTC. Estamos apenas repassando para o próprio sistema e para a população de Araucária”, ressalta o prefeito.

O novo valor vale para as viagens nos ônibus do Transporte Integrado de Araucária – TRIAR; o que por consequência, permitirá a integração com as linhas metropolitanas gerenciadas pela Comec – como Araucária-Portão, Araucária-Pinheirinho, Araucária-Campo Largo, Angélica-Pinheirinho, Curitiba/Araucária, por meio dos Terminais Central e Angélica. Ou seja, com os R$2,90 é possível ir para Curitiba, desde que o acesso seja feito pelos ônibus do TRIAR ou de um dos terminais de Araucária com pagamento pelo cartão do Triar ou em dinheiro.

Ao longo deste ano, Araucária fez a revisão de diversas questões referentes ao transporte coletivo na cidade visando otimizar os serviços e cortar gastos desnecessários. Com isso, além de fazer a previsão para reduzir o preço da passagem, foi possível implantar algumas gratuidades e benefícios para a população.

Gratuidades

A tarifa domingueira é uma realidade na cidade desde setembro deste ano. Com ela, o transporte é gratuito em todos os domingos e a catraca é liberada mediante apresentação do Cartão de Transporte do Triar.

Outro benefício disponível aos araucarienses atende a alunos da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio de escolas públicas que estudam no município. A isenção integral da tarifa, chamada passe livre estudantil – Educard, pode ser concedida mediante comprovação de dados da unidade escolar a qual o aluno frequenta. O objetivo do passe livre é facilitar e incentivar os alunos a um maior comparecimento na unidade escolar, além de trazer economia para as famílias.

Histórico financeiro e previsão futura

Em 2015 a Prefeitura precisou enviar à CMTC R$43,5 milhões para complementar os gastos da companhia, uma transação financeira chamado de “interferência”. Em 2016, o repasse foi de R$39,5 milhões. Em 2017, com a revisão e extinção de contratos, o valor da interferência caiu para R$23,5 milhões e a estimativa é de que sem a companhia, com o gerenciamento sendo realizado por equipe própria da Prefeitura, em 2018, os gastos de aporte para o transporte público caiam para aproximadamente R$18 milhões – isso já com a passagem a R$2,90.

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:BANDAB 

Receba notícias no seu WhatsApp.

Leitores que se cadastrarem no serviço serão incluídos em uma lista de transmissão diária, recebendo no celular as principais notícias do dia.

Aécio Novitski

Idealizador do Site Araucária no Ar, Jornalista (MTB 0009108-PR), Repórter Cinematográfico e Fotógrafico licenciado pelo Sindijor e Fenaj sobre o número 009108 TRT-PR

Leia também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Notamos que você possui um
ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.
A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.
Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.